Geral

Previsão é que torres voltem a funcionar até dezembro

Published

em

Foto: Divulgação

A Energimp, responsável pelo Parque Eólico de Bom Jardim da Serra, começou a trabalhar nas melhorias da estrada para que possa transportar as novas peças das torres que permanecem sem funcionar. Das 62 torres existentes, apenas oito funcionam normalmente. 

Um das maiores afetados pela falta de funcionamento do parque eólico é a prefeitura de Bom Jardim da Serra, que deixa de receber a arrecadação dos royalties e do ICMS pela venda da energia produzida. O prefeito Serginho Rodrigues de Oliveira explica que a estimativa é que o município perde cerca de R$ 150 mil mensais. “Como é uma cidade pequena, que não tem arrecadação atualmente, seria excelente receber esse dinheiro,” ressalta. 

A expectativa é que, em três meses, todas as torres estejam funcionando. A data prevista para que isso acontecesse, era o mês de agosto. Mas como explicou o prefeito, a empresa estava trabalhando em outro local. A previsão é que, em dezembro, o serviço, que está parado há mais de cinco anos, volte a gerar energia. 

Entretanto, mesmo que até o final deste ano tudo esteja dentro da normalidade, o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) só começará a ser pago no final do ano que vem. 

Sobre o parque

O Parque Eólico de Bom Jardim da Serra foi inaugurado em 2011, após um investimento de R$ 545 milhões. Ao todo, são 62 aerogeradores, com 93 megawatts de potência, capacidade suficiente para abastecer 90 mil famílias. Durante a construção da usina eólica, o município arrecadou R$ 2,15 milhões. Quem colocou o projeto em prática foi a empresa Energimp, que ainda possui escritório na região.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com