Notícias

Preço baixa nas refinarias, mas ainda chegou nos postos

Published

em

A redução de preço nos postos depende de cada distribuidora e também dos custos operacionais de cada posto - Foto: Andressa Ramos

Apesar de a Petrobras informar, na última sexta-feira (31), sobre a redução nos preços da gasolina e do diesel nas refinarias, o consumidor de Lages ainda não conseguiu sentir o impacto no bolso.

Os preços na cidade, das gasolinas comum e aditivada, variam de R$ 4,33 a R$ 4,59. A gasolina teve uma redução de R$ 0,1399 por litro e o diesel, de R$ 0,1383 no valor médio às distribuidoras no país. O novo valor começou a valer a partir da meia-noite deste sábado (1º).

O preço final ao consumidor, contudo, vai variar de acordo com o local de venda do combustível, pois sobre o valor entregue pelas refinarias incidem impostos municipais e estaduais, além do custo operacional e da mão de obra e da margem de lucro das empresas.

Por meio da assessoria de imprensa, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina, informou que não há previsão da chegada no valor à bomba e que, além disso, o preço depende das distribuidoras repassarem aos proprietários dos postos de combustíveis.

Política de preços

Segundo a Petrobras, a política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo.

“A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos (como volatilidade do câmbio e dos preços)”, explicou a estatal.

A Petrobras destacou também que a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis: “São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis. Os preços que divulgamos se referem aos produtos tipo A”.

clique para comentar

Deixe uma resposta