Conecte-se a nós

Esportes

Por falta de provas Dunga escapa de punição severa

Published

em

Joanesburgo, 23/06/2010, Correio Lageano

 


O Comitê Disciplinar da Fifa não encontrou provas para abrir processo contra o treinador do Brasil, Dunga. A informação foi dada pelo porta voz da entidade máxima do futebol, Pekka Odriozola, em uma entrevista coletiva nesta terça-feira.

 


O treinador do Brasil poderia ser punido por ter ofendido o árbitro Stéphane Lannoy e o atacante Didier Drogba após a vitória da seleção brasileira sobre a Costa do Marfim por 3 a 1, no último domingo, e repetir o feito com o jornalista Alex Escobar, da TV Globo, na coletiva de imprensa.

 

Mesmo recebendo muitas críticas nos últimos dias e a maioria pela difícil relação com a imprensa, o treinador brasileiro mostra que na Copa, clima não se resume a “bate e rebate”, ele também tem méritos, principalmente fora de campo.

 

Nesses quase quatro anos à frente da Seleção: não privilegiou nenhum veículo de comunicação. Mesmo que para isso desafie ordens de superiores. O regime imposto está longe do ideal, mas deve-se considerar mais justo não abrir para ninguém, do que fazê-lo apenas para um. Dunga comprou briga com peixe grande, e só não foi engolido porque os resultados em campo são excelentes. Além do que sua atitude tem sido apoiada pelo grupo que comanda e por treinadores brasileiros e aos poucos pela torcida brasileira.

 

Foto: Divulgação

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: