Festa do Pinhão

Pesquisa histórica inspira vestidos da realeza

Published

em

Foto: Diogo Schimitz/ Divulgação

Eles fazem parte da história da Festa Nacional do Pinhão. Acompanham a realeza durante os dias de festa e encantam crianças, jovens e idosos. São glamourosos, mas também carregam cultura e muito significado.

Os vestidos das princesas e rainha fazem parte da trajetória de Lages e do evento. Revelam traços de artistas, a história do município, da Serra Catarinense e das pessoas que nela vivem. Entre linhas e tecidos os vestidos ganham formas. Passam por muitas mãos. Mas antes disso tudo acontecer foi preciso o processo de criação.

Ela estava dormindo quando acordou com uma ideia. Berenice Lopes Omizzolo assina pela décima primeira vez os vestidos da Festa Nacional do Pinhão. A estilista acordou no meio da madrugada com a imagem de uma serpente. Desenhou.

E assim, surgiram os modelos para a 31ª edição da Festa Nacional do Pinhão que acontece entre os dias 14 a 23 de junho no Parque de Exposições Conta Dinheiro. Dias em que a rainha Maísa e princesas Victória e Vitória irão desfilar com as criações de Berenice e sua equipe.

Exclusividade

O Correio Lageano divulga com exclusividade as primeiras fotos oficiais dos vestidos da realeza da Festa Nacional do Pinhão. As pesquisas que inspiraram os traços e como foi o processo até chegar o resultado apresentado.

 

Ficha técnica do vídeo

Direção Criativa: Ana Lopes
Vestidos e Acessórios: La Unica Ateliê
Letra e Gaita Ponto: George Lima
Vídeo Conceito: Tais Iahn
Vídeo Making Off: João Vieira
Fotografia: Diogo Schimitz
Assistente de Fotografia: Gustavo Muniz
Beleza: Jesuelen Andrade
Cabelo: Gustavo Niehues
Produção: Guilherme Sacramento / Mariana Omizzolo / Gabriel Scherer / Josue Oliveira
Social Media: Camila Vianna / Guilherme Sacramento
Mobiliário: Compléter Mobiliários para eventos
Bailarinos: Daniel Pakri Sá de Liz / Bruna Sá de Liz
Catering: Hambúrguer da Joca

Apoio:
Prefeitura Municipal de Lages
Museu Malinverni Filho – Jonas Malinverni
Fábrica de Gaiteiros
Centro Cultural Vidal Ramos – Sesc

Os vestidos

Neste ano o tema dos vestidos percorre a cultura, história e lenda de Lages. Com a ideia da serpente, Berenice se inspirou, para o vestido da rainha Maísa, na Lenda da Serpente do Tanque com Nossa Senhora dos Prazeres, a padroeira do município que segura sob seus pés a cabeça da serpente. O vestido será em tons de rosa e contemplará o manto de Nossa Senhora.

A primeira princesa, Victória, vestirá um dos principais artistas de Santa Catarina. As quatro estações de Malinverni Filho. Filho de imigrantes italianos, Agostinho Malinverni Filho nasceu em Lages em 16 de fevereiro de 1913.

Com apenas 13 anos, pintou seu primeiro quadro intitulado “Santa Luzia”, com tintas preparadas por ele mesmo. Aos 15 anos, conquistou o primeiro lugar em um concurso estadual de desenho. Em 1934, iniciou os estudos na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, com auxílio de bolsa do Governo do Estado de Santa Catarina.

O artista pintou vários quadros, que, além dos que estão expostos no museu, há telas espalhadas em mais de 14 países. As quatro estações, expostas na Prefeitura de Lages, foram fotografadas e estamparam o vestido.

O centenário Grupo Escolar Vidal Ramos, agora conhecido como Centro Cultural Vidal Ramos, será homenageado no terceiro vestido, da segunda princesa Vitória. As rosáceas das paredes do Centro Cultural foram a inspiração para as pinturas no vestido.

O desenho arquitetônico foi solicitado por Ana Lopes, filha de Berenice, influenciadora digital e estilista, à empresa que realizou a restauração do prédio. O prédio que abrigou a escola estadual até 2011, é tombado como patrimônio histórico desde 1984, a primeira construção a ser considerada patrimônio, em Lages. Restaurando pelo Governo do Estado, foi entregue para a administração do Serviço Social do Comércio (Sesc) em 2016, desde então abriga o Centro Cultural Vidal Ramos.

Pesquisas

Muito mais do que desenhar vestidos, Berenice e Ana foram pesquisar sobre o que queriam ilustrar nas vestimentas. Foram algumas semanas visitando a Catedral Diocesana, a Prefeitura de Lages, o Centro Cultural Vidal Ramos e o Museu Malinverni Filho. A pesquisa da historiadora Suzane Faita também foi base para as inspirações. Elas fotografaram, leram livros e artigos.

Trabalho

As duas últimas semanas foram intensas na equipe La Unica Ateliê.18 metros de veludo, 18 metros de renda bordados a mão, entre miçangas, linhas e costuras. Uma dedicação 100% lageana produzida por Berenice, Ana, Gerusa, Ivanir, Rosangela, Leonardo, Fernanda, Josue, Gabriela e Jocelia.

A estilista ressalta que o trabalho é coletivo e aí está o segredo do sucesso. Todos participam e colaboram para um resultado extraordinário. Os acessórios usados pela realeza foram feitas pelo pai de Ana, Setimo. Um trabalho artesanal, também lageano.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Programação

  • 14/6 – Gaúcho da Fronteira, Jorge Guedes e Família, Anjos de Plantão e Dançar Passarela
  • 15/6 – Alexandre Pires, Bruno e Marrone, Maria Rita
  • 16/6 – As Aventuras de Poliana, Luiza Barbosa e Thomas Machado
  • 17/6 – Sapecada (entrada gratuita)
  • 18/6 – Sapecada  (entrada gratuita)
  • 19/6 – Jorge & Matheus, Alok, Jerry Smith, Munhoz e Mariano, Eduardo Gustavo.
  • 20/6 – Vitor Kley, 3030, Ultramen e Santograau com participação de Nego Joe e Egypcio ex vocalista da banda Tihuana são as atrações confirmadas.
  • 21/6 – Ferrugem, Lucas Lucco, Zeeba e MC Pocahontas.
  • 22/6 – Capital Inicial, Skank, Armandinho e Jetlag.
  • 23/6 – Bruninho e Davi e Atitude 67
1 Comentário

1 Comentário

  1. bibi

    04/06/2019 at 21:21

    LINDOS VESTIDOS!!!

Deixe uma resposta