Conecte-se a nós

Notícias

Moradores reclamam da rede elétrica

Published

em

Otacílio Costa, 28/05/2010, Correio Lageano

 

Parte dos moradores de dois bairros de Otacílio Costa, o Poço Rico e o Fátima, reclamam das péssimas condições apresentadas pelas redes elétricas que abastecem a comunidade. Inclusive na última sexta-feira, um grupo residente no Fátima, fez uma manifestação na porta do escritório da Celesc no município.

 


Segundo moradores da rua Frederico Troges e da avenida Laélio Cordova, no Poço Rico, há cerca de três meses se tornaram rotina explosões e fogo na fiação das duas ruas, principalmente por volta das 18 horas. Eles alegam que todas as vezes ligam para o 0800 da Celesc e após muito tempo, uma equipe da empresa aparece no local.

 


“O problema é que muitas vezes eles passam, olham e nada fazem e quando arrumam, o fazem de maneira precária e o problema persiste”, explica o morador Luiz Fernando Pereira. “Já perdi a conta de quantos números de protocolo já me repassaram”, completa Angela Vanzuita.

 


Outra queixa dos moradores é que com as constantes quedas no fornecimento da energia elétrica, alguns aparelhos acabam queimando e a Celesc exige a apresentação da nota fiscal de compra para ressarcir o prejuízo. “O problema é que os aparelhos que  queimam, são justamente os mais antigos, aqueles que não possuímos mais a nota fiscal”, observa o morador Rafael Cordova.

 


Queixas similares são feitas pelos moradores do bairro Fatima, principalmente os das proximidades da rua Pedro Alvares Cabral, onde o problema tem se agravado nos último 10 dias.

 


No escritório regional da Celesc, em Lages, foi informado que o engenheiro responsável, João Nazareno Vieira Lima, estava em reunião na cidade de Joinville e só poderia se manifestar nesta segunda-feira.

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais