Geral

Missa dos Santos Óleos será na Catedral Diocesana

Published

em

Missa dos Santos Óleos, por Roberto Tiergarten / Divulgação

Para quem é católico, a Semana Santa é uma das mais representativas, afinal é o tempo de relembrar a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. É o centro da fé para o cristão.

Uma das celebrações da semana é a do Santos Óleos, onde óleos são abençoados e consagrados para serem usados durante o ano nas igrejas, em enfermos, nos batizados e na crisma. O ideal, segundo o bispo da Diocese de Lages, Dom Guilherme, é que a missa fosse realizada na manhã de Quinta-feira Santa, porém, por já ser tradição e a igreja católica permitir, a celebração acontece na noite de quarta-feira.

Às 19 horas de hoje, na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres, no Centro da cidade, estarão reunidos padres, fiéis e o bispo para a missa que, além dos Santos Óleos serão feitas as renovações das promessas sacerdotais dos padres da Diocese.

A missa

Dom Guilherme explica que o óleo abençoado e consagrado é o de oliva, pois, existe uma simbologia com a árvore, que, além de medicinal, representa o encontro de terra firme pela pomba durante a arca de noé e a agonia de Jesus Cristo que aconteceu em um monte das oliveiras. O óleo é abençoado pelo bispo para ungir as pessoas doentes e também àqueles que iniciam sua trajetória na vida cristã.

O óleo consagrado, que também tem participação dos padres, é para a ordenação dos padres e também para a crisma. O óleo que será consagrado, recebe a essência perfumada, simbolizando o “bom perfume” que o cristão deve exalar, e o sopro dos lábios do Bispo, representando a presença do Espírito Santo. Após o término do rito, os padres voltam para suas comunidades e levam a porção dos óleos para que possam usar nos  sacramentos dos seus fiéis.

Semana Santa

A programação segue com a encenação e celebração da Instituição da Santa Ceia, Sacerdócio e o lava pés. Dom Guilherme comenta que Jesus se coloca como servo para que a igreja tenha esse papel de servir às pessoas. É durante a quinta-feira à noite que Jesus é traído por Judas, negado por Pedro para que na manhã seguinte, Sexta-feira Santa, seja levado para Pôncio Pilatos.

Na sexta, dia 19, moradores de Lages e região sobem a escadaria do Morro da Cruz, percorrendo o caminho do calvário, onde poderão assistir a encenação, interpretada pelo Movimento Tabor, às 9h30min. O sábado, segundo o bispo, é dia de silêncio, pois, Jesus está no sepulcro. Sua ressurreição acontece ao terceiro dia, dessa forma no amanhecer de domingo.

Novidade

Além de explicar sobre a missa dos Santos Óleos, Dom Guilherme anunciou uma novidade para os católicos da região. A partir de maio, um domingo por mês, às 15 horas, será feita uma subida em oração pela escadaria do Morro da Cruz. Cada mês haverá um tema e uma paróquia será responsável pela liturgia. O objetivo é ampliar o movimento naquele ponto de turismo religioso.

Programação da Semana Santa

Quarta-feira Santa

6 horas – Igreja do Navio (Ofício das Laudes)

15h30 – Paróquia São Cristóvão: Missa da Unção dos Enfermos

19 horas – Missa do Crisma Bênção dos Santos Óleos

Quinta-feira Santa

19h30 – Nas Paróquias da Diocese Celebração da Instituição da Eucaristia

19h30 – Igreja do Navio missa com encenação da Santa Ceia

20h30 – Nas paróquias, adoração ao Santíssimo Sacramento

22 horas – Vigília Pascal na Igreja do Navio

Sexta-feira Santa

6 horas – Morro da Cruz – Início da Celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo

7 horas – Escadarias Frei Silvério – Via Sacra

9h30 – Morro da Cruz – Encenação da Paixão e Morte de Jesus Cristo

16h30 – Morro da Cruz –  Encenação da Paixão e Morte de Jesus Cristo

19 horas – Catedral Diocesana – Procissão do Senhor Morto

19 horas – Paróquia São Judas – Celebração da Paixão de Jesus com encenação

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com