Geral

Mais de 300 motocicletas abordadas em operação da PM

Published

em

Thiago foi abordado em uma barreira da Operação Ruído Zero, mas como estava com tudo regular, em poucos minutos foi liberado. Foto: Núbia Garcia

Mais de 300 motociclistas foram abordados pela Polícia Militar de Lages, durante cinco dias da operação Ruído Zero. As abordagens tiveram início no dia 18 de fevereiro e serão intensificadas nas próximas semanas. Desde o começo da operação, até o início da manhã desta sexta-feira (22), 192  haviam sido autuados por infrações de trânsito, e 41 motos foram removidas.

O motorista Thiago de Liz Ribeiro, 28 anos, está de férias e passeava pela cidade quando foi abordado, na manhã desta sexta-feira, em uma barreira montada na Avenida Santa Catarina. Como estava com tudo regular, em poucos minutos foi liberado. “Eu sempre cuido pra moto ficar com tudo em dia. Acho certo a polícia fazer essa fiscalização”, comenta.

A operação foi desencadeada, de acordo com o 2º Tenente da PM, Valdir Cristóvão de Oliveira Junior, a partir de um estudo sobre perturbação do sossego, feito pela Polícia Militar. “Em razão deste estudo nós identificamos que um dos fatores que contribuem para a perturbação do sossego são as motocicletas, cujos condutores transitam com escapamentos abertos nos bairros, a partir disso a operação foi planejada e executada”, comenta.

Com base nisso, o foco principal da operação é coibir uma prática comum entre motociclistas, de “abrir” o escapamento da moto, o que resulta em maior emissão de ruídos e, consequentemente, provoca perturbação do sossego. As barreiras policiais acontecem em todos os períodos (manhã, tarde e noite) em pontos estratégicos da cidade, como os acessos aos bairros e as principais avenidas. “Temos focado bastante no Centro e no Coral, que são locais onde tem bastante concentração de motos nos horários de pico. Todas as motocicletas que passam pelas barreiras são abordadas, principalmente as que fazem barulho excessivo. Essas motocicletas são fiscalizadas e, se houver irregularidade, são submetidas às medidas de trânsito”, completa Cristóvão.

Operações de 2018 em números
Lages foi a 4ª cidade do estado com maior número de ocorrências
12 procedimentos criminais foram lavrados, em média, por mês
18% das ocorrências registradas em Lages aconteceram nas sextas-feiras
42% aos sábados
39% aos domingos
25% das ocorrências em fins de semana foram por perturbação do sossego alheio

Fonte: Polícia Militar de Lages

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com