Conecte-se a nós

Negócios

Lula sanciona aumento de 7,7% para os aposentados

Published

em

Brasília, 16/05/2010, Correio Lageano

 


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou hoje o reajuste de 7,7% para os aposentados que ganham mais de um salário mínimo, depois de cerca de quatro horas de reunião com a equipe econômica do governo, além do ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, e o líder do governo na Câmara, Cândido Vacarezza. A queda do fator previdenciário foi vetada.

 


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse, ao deixar a reunião, que Lula orientou a equipe econômica a fazer os cortes necessários em outras despesas para compensar os gastos com o reajuste. Ele voltou a afirmar que não haverá redução em investimentos, mas em custeio e em emendas parlamentares. “Além dos cortes que já fizemos [no Orçamento], de R$ 10 bilhões, cortaremos R$ 1,6 bilhão para não alterar o Orçamento”.

 


O deputado Vacarezza disse que deixou claro para o presidente que não passaria na Câmara ou no Senado qualquer percentual que fosse inferior aos 7,7%.

 


O aumento não causará colapso nas contas públicas porque o maior poder aquisitivo da categoria ajuda a aumentar a arrecadação e a aquecer o mercado interno, avaliou o professor e economista da Fundação Getulio Vargas (FGV), José Cezar Castanhar.

 


Existia a expectativa que o presidente não aprovaria o reajuste, já que foi orientado pela equipe econômica para isso. O Governo Federal fez os cálculos e apontou que o País não tem recursos no orçamento para garantir o reajuste, e durante a semana o próprio presidente Lula anunciou que não faria política em cima do tema.

 


O aumento era muito esperado por milhões de aposentados. Geralmente os reajustes beneficiam somente quem ganha até um salário mínimo e os que ficam acima desse patamar amargam o achatamento de seus benefícios.

 


 

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: