Notícias

Inter fecha campeonato com vitória

Published

em

Jogadores do Colorado comemoram o terceiro gol do time marcado pelo atacante Erick - Foto: Adecir Morais

O tão esperado acesso à elite do futebol catarinense não veio, mas o Inter de Lages terminou o Campeonato Catarinense da Série B de cabeça erguida. Na tarde quarta-feira (14), no Estádio Tio Vida, o Leão Baio venceu o Guarani de Palhoça por 3 a 1, com gols de Elon, Zulu e Erick. Rômulo assinalou para a equipe de Palhoça. A partida marcou a despedida do Colorado na temporada de 2019.

O Inter abriu o placar aos 8 minutos do primeiro tempo, quando Rhuan cobrou escanteio e o zagueiro Elon marcou de cabeça. Os visitantes empataram aos 16. Marcelinho fez boa jogada e sofreu pênalti. Na cobrança, Rômulo igualou o placar. O Colorado desempatou aos 31, após boa jogada de Erick. O camisa 7 cruzou na medida para Zulu marcar de cabeça. Foi o sétimo tento do camisa 9, artilheiro da competição com 7 gols.

No segundo tempo, o Inter teve, ao menos, quatro boas chances de gol, e uma delas acabou dando certo. Aos 21, em jogada individual, o atacante Erick invadiu a área e chutou com o pé direito no ângulo do goleiro Marcos, definindo o placar, 3 a 1.

Com o triunfo, o Inter chegou a 21 pontos, assumindo a quarta colocação da tabela, mas poderia ser alcançado pelo Camboriú, que jogou mais tarde contra o Barra. Já o Guarani de Palhoça encerrou sua participação com 15 pontos.

Futuro do clube

Com o fim do campeonato, o Inter agora desmonta seu elenco e já começa a se planejar para o ano que vem, quando voltará a disputar o Estadual da Série B. Em entrevista à Rádio Clube, durante o intervalo da partida diante o Guarani, o presidente do Colorado, Cristopher Nunes disse, sem citar nomes e datas, que há um médico que “vai ser o presidente do clube”.

A emissora cogitou o nome do médico ortopedista Clóvis Arruda Vieira. Publicamente, Cristopher, que não é unanimidade entre os torcedores colorados, já declarou que entrega a presidência do clube caso apareça alguém disposto a assumir o cargo. O mandato dele vai até 2022.

O vice-presidente do Inter, Patrick Cruz disse que não há qualquer tratativa com o “Dr. Clóvis” ou qualquer outro médico em relação à presidência do clube. “Todos nós achamos que ele (Clóvis) é um ótimo nome para presidir o Inter, mas o clube ainda tem pendências de longa data que afastam o interesse das pessoas de assumir a presidência. As pendências têm sido sanadas paulatinamente em acordos com a Justiça, mas, até que isso seja equacionado, acho difícil que alguém tope assumir (infelizmente, porque uma mudança é bastante desejável)”, declarou.

clique para comentar

Deixe uma resposta