Notícias

Incêndio atinge depósito do Abrigo Temporário de Inverno

Published

em

Incêndio começou em quarto que deposita roupas e calçados para os abrigados - Foto: Susana Küster

Um dos depósitos de roupas do Abrigo Temporário de Lages, que funciona durante o período de inverno para acolher moradores em situação de rua, no Bairro Ipiranga, foi atingido por um incêndio, nesta terça-feira (30), por volta das 7 horas.

Os funcionários apagaram as chamas usando baldes de água e, depois, o Corpo de Bombeiros fez o trabalho de rescaldo. Ninguém se feriu. O local não possui alvará de funcionamento e, aguarda a perícia dos bombeiros para verificar quando será possível reabrir.

Como está prevista uma frente fria para o fim de semana, o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, afirma que as medidas necessárias serão tomadas e o abrigo será reaberto o quanto antes.

De acordo com o secretário, a prefeitura paga um aluguel de R$ 2,5 mil por mês, por cerca de cinco meses e não foi verificado se o espaço possuía alvará. “Para atender às pessoas que moram nas ruas durante o frio, de forma rápida, não checamos se a documentação de alvará estava em dia. Foi um erro nosso e vamos resolver o mais rápido possível.” 

O local aguarda a perícia dos bombeiros para ser reaberto. De acordo com informações do tenente do Corpo de Bombeiros, Guilherme Dall Igna, a inspeção será colocada como prioridade. Ele explica que o lugar pode ser interditado se houver risco de alguma ocorrência ou pode ser fornecido um prazo para a documentação ser adequada, tudo vai depender do resultado da perícia, que também vai apurar as causas do incêndio.

“Caso não seja identificado um grave risco, não tem problema o local continuar aberto, se o responsável se comprometer em regularizar a situação dentro do prazo estabelecido pelos bombeiros.”

O tenente ressalta que é obrigação da pessoa responsável pelo imóvel, fazer o projeto preventivo do local e, a partir disso, os bombeiros vistoriam para fins de Habite-se (autorização para que imóvel seja ocupado). Além disso, a cada ano, é preciso solicitar a vistoria de funcionamento.

Os bombeiros possuem um cronograma de vistorias para analisar a segurança dos estabelecimentos de Lages. “Para realizar esse atendimento, trabalhamos sempre considerando nossa capacidade de atendimento e o risco da edificação.” 

Acolhimento e alimentação são oferecidas para até 80 pessoas por dia

 O Abrigo Temporário de Inverno de Lages funciona das 18 horas às 7h30 para acolher moradores em situação de rua. São oferecidas, gratuitamente, para homens e mulheres, alimentação, banho, roupas e calçados limpos, além de local para dormirem.

A capacidade de atendimento do espaço é de até 80 pessoas, mas, em média, o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, conta que em dias com pouco frio, cerca de 50 pessoas vão para lá. Nos dias mais frios, o número de pessoas chega até 70. 

Segundo informações de funcionários do abrigo, houve muita fumaça e boa parte das roupas e calçados usados pelas pessoas que dormem no local foram queimadas. Como há outro depósito de roupas e calçados que não foi tomado pelo incêndio, a princípio, não há necessidade de doação.

Além do abrigo, a prefeitura possui o Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua, o Centro POP, que atende durante o dia pessoas em situação de risco e até migrantes, fornecendo refeições, atendimento psicossocial entre outras atividades.

A equipe de acolhimento trabalha 24 horas por dia, todos os dias da semana. A população pode ajudar informando sobre a presença de moradores de rua passando frio, por intermédio dos telefones 98406-2980, 99921-1125. São aceitas ligações a cobrar.

Fogo no Abrigo Temporário foi controlado por funcionários

clique para comentar

Deixe uma resposta