Geral

Fransuelen precisa de ajuda para fazer cirurgia no olho

Published

em

O olho direito de Fransuelen está tão comprometido, que só um transplante pode reverter a situação. Para evitar que o olho esquerdo chegue a este ponto, ela precisa fazer a cirurgia - Foto: Núbia Garcia

Diagnosticada com ceratocone há cerca de dois anos, a dona de casa Fransuelen de Souza Roos, 25 anos, recebeu há algumas semanas uma notícia que lhe tirou o chão. A doença evoluiu bastante e seu olho direito está tão comprometido, que somente um transplante de córnea pode lhe devolver a visão. Entretanto, o olho esquerdo, cujo comprometimento é um pouco menor, pode ser recuperado com uma cirurgia.

O diagnóstico médico aponta que Fransuelen tem ceratocone avançado em ambos os olhos e com progressão da doença. A baixa visão desencadeou outros problemas na dona de casa, que chegou a desenvolver depressão.

Ela conta que, por não enxergar direito, teme não conseguir um bom emprego. “O ceratocone me deixa com a visão muito embaçada e sinto muita ardência e coceira. Meus olhos estão sempre vermelhos e irritados,” comenta.

Para fazer a cirurgia, ela deu entrada em um encaminhamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Porém, como pode levar meses para que o procedimento seja liberado, decidiu fazer a cirurgia com um médico particular. O procedimento e a aquisição de lentes corretivas que precisará usar após a cirurgia custarão cerca de R$ 9 mil.

Desempregada, para levantar o dinheiro necessário à cirurgia, Fransuelen e seus amigos criaram uma campanha online para arrecadação do dinheiro. Por meio do site (clique aqui), até setembro é possível fazer doações, que se iniciam com uma quantia simbólica de R$ 25. Interessados também podem fazer doações diretas, por meio de depósito na conta 243875-0, agência 0420, operação 13, em nome de Fransuelen.

A doença

Ceratocone é uma doença hereditária que acomete de 1% a 2% dos brasileiros com idade entre 10 e 25 anos. Afeta a estrutura da córnea (que se projete para a frente, formando uma saliência em forma de cone). Esta alteração distorce a entrada de luz, provocando confusão de imagens e deixando a visão embaçada e irregular.

Pode atingir os dois olhos de maneira assimétrica, ou seja, pode afetar mais um olho que o outro. É uma doença progressiva, que piora com o tempo se nada for feito, chegando ao ponto de a pessoa enxergar tudo distorcido, mesmo com óculos.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com