Conecte-se a nós

Notícias

Fila de espera para dentista no SUS é de quase dez meses

Published

em

Lages, 22/06/2010, Correio Lageano

 


A demora para conseguir marcar consulta odontológica pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é cada vez maior. Algumas especialidades chegam a ter fila de espera de quase dez meses.

 

 

Poucos profissionais e grande demanda são os responsáveis pelas longas esperas.
Quando a esposa do auxiliar de mecânico Roberto Wichinheski, de 23 anos, procurou atendimento odontológico, ela sentia fortes dores de dente e foi diagnosticado que precisa fazer tratamento de canal.

 

Ela, que tem 16 anos, estava grávida e teve que aguardar o final da gestação para dar continuidade ao tratamento. “Faz três meses que nosso filho nasceu e há dois ela aguarda a consulta”, desabafa o marido.

 


Roberto conta que ao agendar a consulta, em 4 de maio, foi informado de que a esposa ficaria em uma fila de espera para atendimento com um endodontista (especialista em tratamento de canal). “Eu só não imaginava que pudesse demorar tanto. Na semana passada liguei lá e a atendente me disse que pode levar mais de um ano para que minha esposa seja atendida”, conta.

 


Segundo ele, a esposa sente muitas dores e, para evitar ter que esperar tanto tempo, eles procuraram um dentista particular. “Só que o tratamento é muito caro e não temos como pagar.

 

O dentista particular que fez a avaliação, disse que se demorar muito, o problema pode até afetar outros dentes e ela corre o risco de ter que extrair”. Enquanto aguarda atendimento, quando a esposa de Roberto sente dores, procura a emergência no Pronto Atendimento.

 


De acordo com o coordenador de odontologia da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Paulo Henrique Sagaz, a fila de espera para tratamento de canal, em 1º de junho, era de 2.285 pessoas. “A demanda de pacientes é muito grande e a quantidade de profissionais que atendem nesta especialidade é pequena. Muitas pessoas se encontram na mesma situação da esposa de Roberto”, explica Sagaz.

 


Segundo ele, a grande quantidade de pessoas na fila de espera se deve ao fato de que Lages atende pacientes de toda a região da Amures. Um levantamento feito recentemente pela equipe de odontologia da SMS, aponta que quem aguarda na fila de espera para tratamento de canal, pode levar até nove meses e meio para ser atendido. “É um tratamento que precisa ser feito com um especialista e contamos com apenas três dentistas nesta área. A média de atendimentos mensais para endodontia é de 240 pacientes”, diz.

 


Sagaz destaca que, com o levantamento em mãos, a equipe de odontologia, em parceria com a Secretaria de Saúde, estudam meios para agilizar os atendimentos. “Não temos como simplesmente remanejar dentistas porque precisamos de especialistas para este tipo de tratamento”, completa o coordenador de odontologia.

 

Foto: Núbia Garcia

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: