Conecte-se a nós

Notícias

Empresa de Lages cria sistema que conecta máquinas sem internet

Published

em

Programação da placa que faz captação de dados é feita pela equipe de desenvolvimento de software da empresa, em Lages - Foto: Núbia Garcia

Você já imaginou o tamanho do desafio que é criar conectividade entre máquinas e equipamentos que se encontram em locais sem acesso à internet, como florestas e mineradoras? Pois saiba que uma empresa de Lages aceitou este desafio e criou um sistema capaz de fazer máquinas fora de estrada (que trabalham em florestas ou em minerações, por exemplo) comunicarem-se entre si.

O sistema, desenvolvido pela Mais Soluções Inteligentes, de Lages, está no mercado desde 2016. A sua utilização contribui para a redução em 5% dos erros cometidos nos registros manuais e diminui em até 14% os custos com operações. Atualmente, a empresa controla a gestão de máquinas em 40 minas nos estados de São Paulo e Minas Gerais, e cerca de 200 máquinas florestais, caminhões e escavadeiras em Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e São Paulo.

A Mais Soluções desenvolve tecnologia para a indústria 4.0, provedora de sistemas “Machine to Machine” (máquina para máquina, em tradução literal) com foco em rastreabilidade e gestão da cadeia de produção e de suprimentos. A solução utiliza tecnologia de rádio frequência, que possibilita equipamentos conversarem entre si, sem a intervenção humana, resolvendo problemas de rastreabilidade e coleta de informações.

A contabilização da quantidade de minério extraído de uma mina, por exemplo, pode ser facilitada com a utilização do sistema. O CEO da empresa, Djeizon Müller, explica que este tipo de serviço, geralmente, é feito de forma manual, por um funcionário que anota no papel dados como a produtividade da máquina, nome do operador e tempo de trabalho.

“Nosso sistema automatiza isso. Há um equipamento embarcado na máquina que registra por GPS o local onde está sendo escavado, e possibilita saber quantas toneladas de minério foi extraída, quem é o operador da máquina, que hora aconteceu a escavação e em qual mina”, exemplifica, destacando que as informações ficam registradas na máquina (neste caso uma escavadeira) e são repassadas automaticamente para o caminhão de transporte. O caminhão, por sua vez, ao chegar no destino (fábrica, refinaria, etc), repassa as informações para o sistema. Tudo de forma automatizada, rápida e simples.

Expertise resultou em parceria com multinacional

A expertise da Mais Soluções Inteligentes em conectar máquinas fora de estrada capacitou-a para um novo desafio. Junto a Algar Tech, uma multinacional brasileira especializada em gestão do relacionamento com o cliente, ambiente de tecnologia e serviços de telecom, a empresa de Lages vai desenvolver um sistema para monitoramento da rede de fibra óptica da multinacional.

“Vamos pesquisar a aplicabilidade na área de redes de telecom. A base é a mesma dos produtos que já temos, só muda a aplicação, pois a ideia é justamente monitorar alguma coisa, em algum lugar distante. O esquema de monitorar máquinas no meio do mato ou na mina, é que são ambientes hostis, não têm conectividade, não tem sinal de celular, aí é preciso criar outros métodos. Hoje a gente atua com veículos conversando entre si, independentemente de haver rede de internet ou não”, comenta.

A parceria entre a Mais Soluções e a Algar Tech surgiu a partir de um programa de inovação aberta apresentado pela multinacional em dezembro, cujo objetivo foi convidar startups de diversas áreas para trabalharem em conjunto no Innovation Lab de Uberlândia.

Em março foram anunciadas as vencedoras e, ao todo, três empresas foram selecionadas para colaborar com a solução de desafios de negócio na Algar Tech, dando suporte à criação do portfólio com novos produtos ou modelos de negócios. A Mais Soluções foi a única empresa catarinense e a única empresa cuja sede não fica em uma capital. Além dela, as startups Rio Analytics (da cidade do Rio de Janeiro) e Mevio (da cidade de São Paulo) também integram o projeto.

Segundo divulgado pela Algar Tech, essas três empresas receberão mentorias, acesso a toda infraestrutura dos quatro laboratórios de inovação da multinacional, trabalho em conjunto em projetos de inovação disruptiva, acesso direto aos desafios de negócio e conexão com todo o ecossistema de inovação da Algar Tech.

 

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta