Conecte-se a nós

Notícias

Dois dos 95 apenados que foram beneficiados não retornaram ao presídio regional

Published

em

Alguns presos do regime semiaberto são autorizados pelo judiciário para trabalho externo ou dentro da própria  unidade - Foto: Bega Godóy/ Arquivo CL

Dos 2.706 internos das 19 unidades prisionais de Santa Catarina que receberam autorização judicial para saída temporária no final de 2018, 77 não retornaram até o dia 7 de janeiro. Isso representa um percentual de evasão de 2,8%, contra 4,2% registrado no ano anterior. Dados são da Secretaria de Administração Prisional.

De acordo com o secretário da pasta, Leandro Antônio Soares Lima, Santa Catarina ainda registra o menor índice de evasão. “O percentual de 2,8% ainda é uma das menores taxas do país comprovando que o sistema penitenciário catarinense vive uma nova realidade, com trabalho e educação para os apenados e segurança para a sociedade.”

Em Lages, receberam autorização para passar as festas de fim de ano em casa, 95 apenados. Desses, dois não voltaram, o que representa uma evasão de 2,%,  numero que não reflete a média estadual. E com base nos dados anteriores, dobrou o número de presos que não retornaram ao presídio regional. Em 2017, 93 detentos tiveram o benefício concedido e apenas um não voltou  para terminar de cumprir a pena.

O agente penitenciário, atual gestor do Presídio Regional de Lages, Diego Costa Lopes, disse que o baixo número de evadidos se dá pelas políticas de reinserção do preso à sociedade. “Prioriza os valores sociais e conscientizam sobre o melhor caminho a seguir.”

Quem recebe o benefício e não retorna é considerado evadido e, consequentemente, procurado pela polícia. Os nomes não são divulgados justamente para não atrapalhar o trabalho de investigação no sentido de recapturar o preso.

Semiaberto

A saída temporária é direcionada ao preso do regime semiaberto, que possui bom comportamento e tempo de cumprimento da pena. O benefício tem um prazo de sete dias, é autorizado pelo juiz da Execução Penal, responsável pela comarca onde o sentenciado cumpre pena. Em Lages, são 320 detentos do Presídio Regional, no Bairro São Cristóvão e 95 tiveram direito ao benefício da saída temporária, ou seja, 29,6% dos presos cumprem pena em regime semiaberto.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: