Notícias

Depois de sete anos, Complexo Araucária é inaugurado

Published

em

Foto: Núbia Garcia

Lages deu um importante passo rumo à melhoria da qualidade de vida da população. Na manhã de terça-feira (20), foi inaugurado o Complexo Araucária, um sistema de coleta e tratamento de esgoto que contempla, aproximadamente, 40 mil metros de redes coletoras, cinco estações elevatórias de esgoto, quatro mil ligações domiciliares e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) – esta última já em funcionamento há cerca de quatro meses, abrangendo 10 bairros.

Inicialmente, serão atendidas cerca de 25 mil pessoas, contudo, a ETE Araucária tem capacidade para até 65 mil pessoas. A inauguração desta obra, somada à capacidade de tratamento da ETE Caça e Tiro, faz com que Lages dobre a capacidade de coleta e tratamento de esgoto, abrangendo, a partir de agora, quase 50% da cidade.

“[A importância] não é apenas da obra em si, mas todo o benefício que ela traz à população, principalmente na melhoria da qualidade de vida e de saúde, já que o saneamento básico contribui para a diminuição de doenças. Quando Lages concluir o Complexo Ponte Grande, devemos ultrapassar os 70% de pessoas atendidas com saneamento básico”, destaca o prefeito Antonio Ceron.

A do obra Complexo Araucária iniciou-se em 2012, durante a gestão de Renato Nunes de Oliveira. Aprovada pelo Ministério das Cidades, foi contemplada, à época, pelo Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2), do Governo Federal, e teve investimento aproximado de R$ 36 milhões.

Durante a solenidade de inauguração, foi relembrado o histórico do sistema de esgotamento sanitário de Lages, que se iniciou em 1952, na gestão do prefeito Osni de Medeiros Régis. Na época, foram executados 26 quilômetros de redes coletoras e foi colocada em funcionamento a estação de tratamento do Bairro Caça e Tiro. Com o passar dos anos, não houve grandes investimentos no setor, até o desenvolvimento do projeto que viria a se tornar o Complexo Araucária, e começou a ser elaborado em 2005, quando foram iniciados os estudos para regularizar a situação ambiental.

Ligações residenciais

Com o município tendo concluído a implementação do Complexo Araucária, agora é preciso concluir a segunda fase do projeto: cada morador precisa fazer a ligação da rede do seu imóvel na rede coletora da Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa). Durante a solenidade, Ceron ressaltou que as ligações de imóveis de famílias carentes já foi executada pela própria Semasa.

O prefeito também destacou que a Secretaria de Águas e Saneamento está fazendo um estudo para analisar a viabilidade de reduzir o valor da tarifa de esgoto, que é estipulada, por lei, em 80% do valor da tarifa de água. De acordo com o secretário da Semasa, Jurandi Agustini, a cobrança da taxa de esgoto dos bairros abrangidos pelo Complexo Araucária começará a ser feita a partir do mês de outubro.

Bairros contemplados

Araucária

Bela Vista

Centenário

Morro Grande

Novo Milênio

Promorar

Santa Catarina

Santa Clara

Santo Antônio

São Luiz

 

clique para comentar

Deixe uma resposta