Geral

Depois de sete anos, Complexo Araucária é inaugurado

Published

em

Foto: Núbia Garcia

Lages deu um importante passo rumo à melhoria da qualidade de vida da população. Na manhã de terça-feira (20), foi inaugurado o Complexo Araucária, um sistema de coleta e tratamento de esgoto que contempla, aproximadamente, 40 mil metros de redes coletoras, cinco estações elevatórias de esgoto, quatro mil ligações domiciliares e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) – esta última já em funcionamento há cerca de quatro meses, abrangendo 10 bairros.

Inicialmente, serão atendidas cerca de 25 mil pessoas, contudo, a ETE Araucária tem capacidade para até 65 mil pessoas. A inauguração desta obra, somada à capacidade de tratamento da ETE Caça e Tiro, faz com que Lages dobre a capacidade de coleta e tratamento de esgoto, abrangendo, a partir de agora, quase 50% da cidade.

“[A importância] não é apenas da obra em si, mas todo o benefício que ela traz à população, principalmente na melhoria da qualidade de vida e de saúde, já que o saneamento básico contribui para a diminuição de doenças. Quando Lages concluir o Complexo Ponte Grande, devemos ultrapassar os 70% de pessoas atendidas com saneamento básico”, destaca o prefeito Antonio Ceron.

A do obra Complexo Araucária iniciou-se em 2012, durante a gestão de Renato Nunes de Oliveira. Aprovada pelo Ministério das Cidades, foi contemplada, à época, pelo Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2), do Governo Federal, e teve investimento aproximado de R$ 36 milhões.

Durante a solenidade de inauguração, foi relembrado o histórico do sistema de esgotamento sanitário de Lages, que se iniciou em 1952, na gestão do prefeito Osni de Medeiros Régis. Na época, foram executados 26 quilômetros de redes coletoras e foi colocada em funcionamento a estação de tratamento do Bairro Caça e Tiro. Com o passar dos anos, não houve grandes investimentos no setor, até o desenvolvimento do projeto que viria a se tornar o Complexo Araucária, e começou a ser elaborado em 2005, quando foram iniciados os estudos para regularizar a situação ambiental.

Ligações residenciais

Com o município tendo concluído a implementação do Complexo Araucária, agora é preciso concluir a segunda fase do projeto: cada morador precisa fazer a ligação da rede do seu imóvel na rede coletora da Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa). Durante a solenidade, Ceron ressaltou que as ligações de imóveis de famílias carentes já foi executada pela própria Semasa.

O prefeito também destacou que a Secretaria de Águas e Saneamento está fazendo um estudo para analisar a viabilidade de reduzir o valor da tarifa de esgoto, que é estipulada, por lei, em 80% do valor da tarifa de água. De acordo com o secretário da Semasa, Jurandi Agustini, a cobrança da taxa de esgoto dos bairros abrangidos pelo Complexo Araucária começará a ser feita a partir do mês de outubro.

Bairros contemplados

Araucária

Bela Vista

Centenário

Morro Grande

Novo Milênio

Promorar

Santa Catarina

Santa Clara

Santo Antônio

São Luiz

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com