Geral

Demora do resultado do Sisu prejudica estudantes

Published

em

Foto: Susana Küster

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, decidiu no final da tarde de ontem (28), liberar a divulgação do resultado das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A divulgação pelo Ministério da Educação (MEC) estava prevista para terça-feira (28), mas foi suspensa por uma liminar da Justiça de São Paulo, que também impediu o início das inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni).

A decisão do presidente foi motivada por recurso protocolado na noite de segunda-feira (27) pela Advocacia-Geral da União para derrubar a liminar proferida pela desembargadora Therezinha Cazerta, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), que decidiu manter em vigor outra liminar concedida pela primeira instância da Justiça Federal para suspender a divulgação, sob alegação de que o governo ainda precisava dar um posicionamento “seguro e transparente” sobre a correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. As notas no exame são usadas pelos estudantes para fazer inscrição no Sisu e concorrer a vagas em universidades públicas em todo o país.

Devido à suspensão da divulgação do resultado do das inscrições no Sisu, alunos que fizeram o Enem do ano passado não sabiam a pontuação que obtiveram para conseguirem ingressar em instituições públicas de ensino superior. As notas ainda não haviam sido informadas, porque segundo o MEC, cerca de seis mil candidatos tiveram erro na apuração dos resultados. As aulas nas universidades começam em poucos dias.

A nota do Enem também serve para ingressar em universidades particulares através do Fies e/ou Prouni. Então, qualquer estudante que pretende ingressar no ensino superior com alguma dessas opções, teve de esperar a decisão da Justiça e a consequente divulgação pelo MEC. Um detalhe importante é que o estudante precisa tirar nota média superior a 450 pontos e não zerar a redação para ingressar pelo Fies e/ou Prouni, pois tem como optar pelos dois programas ao mesmo tempo.

Para não atrasar os estudos, Victória Marina de Andrade, 18 anos, se inscreveu no curso de Fisioterapia na Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), de forma particular. Ela estava juntando a documentação para conseguir uma das bolsas de estudos oferecida pela universidade e lamentava o fato de não conseguir utilizar o Sisu. 

Apesar de não fazer cursinho pré-vestibular ou algum intensivo preparatório, Victória obteve um resultado bom no Enem, ela diz que está na média do esperado. Agora, com o resultado, espera conseguir ingressar em uma de duas faculdades escolhidas anteriormente no Rio Grande do Sul. 

Instituições de ensino superior se manifestam

Antes da liberação dos resultados das inscrições no Sisu, através das assessorias de imprensa, as instituições de ensino superior que utilizam o sistema, informaram a suspensão de todo o calendário de procedimentos vinculado, o que deverá ser revertido a partir desta quarta-feira (29),  com a reversão da liminar inicial.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com