Conecte-se a nós

Notícias

Criação de 18 leitos no hospital ameniza internações do pronto atendimento

Published

em

Pronto Atendimentos é porta de entrada de pacientes - Foto: Bega Godóy

A espera por leitos sempre foi problema no Pronto Atendimento de Lages, pois, por lá, passam em média 400 pessoas por dia. Pacientes de Lages e região, levados pelo Samu, encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde de Lages e pela Polícia Militar.

A  gerente do Pronto Atendimento Tito Bianchini, Beatriz Montemezzo explica que o PA trabalha com três médicos que fazem plantão de seis e 12 horas e que, eventualmente, dependendo do fluxo de atendimento é chamado um quarto médico.  A equipe é composta por três enfermeiros e nove técnicos em enfermagem.

Como o PA se torna porta de entrada de pacientes, é muito difícil que os leitos disponíveis sejam suficientes. No local, há 10 leitos e  algumas poltronas à disposição da população. “O fluxo de atendimento melhorou. O paciente não precisa mais esperar horas por um leito,” explica Beatriz ao lembrar que o horário crítico começa  após às 15h, em dias de semana, o que representa um aumento de 60% nos atendimentos. Nos finais de semana, a circulação de pacientes também dobra.

Em Lages, a falta de leitos também atinge o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres que quase sempre está lotado, inviabilizando os encaminhamentos do PA.

Em nota, a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunicou alterações no funcionamento da unidade (Tereza Ramos). Está em pleno funcionamento a nova ala criada no quinto andar do Tereza Ramos, após trabalho de readequação realizado pela atual gestão.

São 18 leitos oferecidos, sendo oito deles de curta duração e destinados a pacientes com até 24 horas de internação. Esses oito leitos funcionam de segunda a sábado. Outros oito leitos estão sendo utilizados para cirurgias eletivas que necessitem de até quatro dias de internação e outros dois para pacientes que precisam ficar em isolamento.

Com a readequação, ainda segundo a assessoria, a direção optou por maior disponibilidade no centro cirúrgico para atender uma demanda reprimida em cirurgias eletivas.  

Em apenas uma semana de atendimento, 24 pessoas foram atendidas neste novo espaço. “Na nova readequação, a direção optou pela abertura de maior disponibilidade de salas cirúrgicas e a consequente abertura destes leitos cirúrgicos nas instalações do quinto andar”, afirma a diretora do Hospital Tereza Ramos, Andreia Berto.

Contratações

Para ter condições de colocar a nova ala do Tereza Ramos em funcionamento, o Governo do Estado lançou o edital de processo seletivo simplificado nº 05/2019/SES, que foi finalizado em abril, e já tem classificados.

Por meio dele serão chamados 1 médico especialista em clínica médica, 2 médicos especialistas em ginecologia e obstetrícia, 1 médico especialista em radiologia e diagnóstico por imagem, 1 médico especialista em cirurgia de cabeça e pescoço. O chamamento desses profissionais deve sair em breve.

Também há um edital do processo seletivo nº 012/2019/SES que está com inscrições abertas até o dia 17 de maio. Esse processo possui 1 vaga para médico clínico geral e 3 vagas para  médico especialista em ginecologia e obstetrícia. Mais informações pelo site.

A previsão de entrega da obra da nova unidade é para o segundo semestre deste ano. De acordo com o cronograma da Secretaria de Estado da Saúde, as obras estão em andamento.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook