Conecte-se a nós

Notícias

Combustível pode ter segundo aumento essa semana

Published

on

Em Lages, segundo pesquisa da ANP, valor varia de R$ 4,07 a R$ 4,29 - Fotos: Marcela Ramos

O que regula o mercado de combustível são as oscilações do mercado internacional de petróleo, que atingiu o maior valor nos últimos três anos. A tendência é que o preço aumente pela segunda vez essa semana, e, a explicação para isso agora é o anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falando sobre a saída do país de um acordo nuclear com o Irã. Além disso, o presidente americano ameaçou sanções contra o Irã, que é um grande produtor e exportador de petróleo.

Outro fator que eleva o preço, segundo o coordenador dos postos de combustíveis da região de Lages, Sadi Montemezzo, é devido a corrupção que atingiu a Petrobras. “O consumidor que está pagando o que eles desviaram da Petrobras”.

Ele frisa que os donos de postos de combustíveis não estão lucrando com o aumento dos preços. Inclusive, diz que está difícil manter um posto sem prejuízos. “Nós repassamos os reajustes, mas está complicado conseguir dinheiro para pagar a estrutura, lucrar, então, é muito difícil”.

Ele explica que quando as refinarias aumentam o valor, os donos de postos já elevam o preço para conseguir manter o capital de giro e ter mais poder de compra. “A estimativa é que o combustível não baixe e continue a aumentar, não temos previsão do que vai acontecer com certeza, porque os preços seguem o mercado internacional”. Montemezzo salienta que as pessoas abastecem cada vez menos e que o aumento impacta a produção de vários setores.

Santa Catarina é o estado com gasolina mais barata

Uma pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informa que os estados do Brasil com gasolina mais barata são: Santa Catarina (R$ 3,89), Maranhão (R$ 3,92) e São Paulo (R$ 4,03). Os estados com gasolina mais cara, em média, foram: Acre R$ 4,88, Rio de Janeiro R$ 4,72 e Ceará R$ 4,56.  

O preço médio da gasolina para o consumidor na última semana foi de R$ 4,25 por litro no país. O preço mínimo encontrado foi de R$ 3,36 por litro e o máximo, R$ 5,25. A pesquisa foi feita entre 6 e 12 de maio.

Você mudou seus hábitos por conta do aumento do combustível?

Julio César Santos, aposentado – “Minhas filhas usavam o carro direto, agora pegam ônibus ou vão de carona. Andamos a pé também. O carro é usado para levar e buscar minha esposa no trabalho”.

Sabrina Varela, executiva de vendas – “Por conta do trabalho e dos filhos, não tive como deixar de usar o carro. Em Balneário, a gente pagava R$ 3,69, aqui está bem mais caro”.

 

Comentários
Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.