Geral

Com previsão de sol, frio dá uma trégua na Serra Catarinense

Published

em

Dias continuarão ensolarados na Serra Catarinensne Foto: Marcela Ramos

O sol deve  permanecer durante esta sexta-feira (24) e no fim de semana. No outono, o frio tem sido intenso na região sul, com dias seguidos de baixas temperaturas devido a uma massa de ar polar frio, a qual ocasionou a 15ª geada consecutiva nas áreas altas da Serra Catarinense. 

A semana se encerrará com temperaturas um pouco mais elevadas, com manhãs menos geladas e sem temperaturas negativas, registradas por oito vezes no mês de abril.

Segundo a previsão do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia Epagri/Ciram, a previsão para a região serrana é de sol com algumas nuvens.  A temperatura máxima prevista é de 26°C. 

No sábado (25) e no domingo (26), o sol permanece predominando na Serra Catarinense, com temperaturas mínimas variando de 6°C a 13°C, e a máxima de 26°C.

“O tempo permanece bom, com o predomínio do sol. Infelizmente, em nossa região não há previsão de chuva. Até o final da outra semana não há indicativo de chuva. É importante ressaltar para as pessoas economizarem água e cuidarem com as queimas de campos”, alerta o engenheiro agrônomo da Estação Meteorológica Climaterra, Ronaldo Coutinho.

Trimestre com pouca chuva e muito calor em SC

Precipitação: A previsão para o trimestre é de chuva abaixo da média climatológica em Santa Catarina. A chuva tende a ficar mais escassa nos meses de abril e maio, permanecendo no trimestre com as características observadas nos meses anteriores, mal distribuída.

Destaque: eventos de chuva intensa, em curto espaço de tempo, podem ocorrer em qualquer época do ano. Por isso, a Epagri/Ciram recomenda o acompanhamento diário dos boletins e informações disponibilizados no site. 

O que se espera do ano 

No outono, a chuva diminui em relação aos meses de verão. No trimestre, os maiores volumes de chuva se concentram no Oeste e Meio Oeste.

As frentes frias chegam com mais frequência ao Sul do Brasil, sendo responsáveis pela maior parte da chuva em Santa Catarina, e a média mensal fica em torno de 100 a 130 mm do Meio Oeste ao Litoral e varia de 150 a 170 mm no Oeste e parte do Meio Oeste. Em gera,l as frentes frias passam pelo litoral, e intensificam a instabilidade do Oeste ao Litoral.

De abril a junho ciclones extratropicais atuam com mais frequência no litoral do Uruguai, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, provocando vento intenso, mar agitado com ressaca e perigo para a navegação no litoral catarinense.

 

Foto: Tempo 

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com