Geral

Com App da PRF fica mais fácil recuperar carro roubado

Published

em

Aplicativo aumenta as chances de recuperação de veículos roubados ou furtados - Foto: Bega Godóy

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançou, há um ano, o Sistema Nacional de Alarmes (Sinal). Com a ferramenta, o cidadão que tiver o veículo roubado, furtado, com perda de sinal, em sequestro ou clonado, na estrada ou na cidade, poderá fazer um cadastro do veículo no Portal da PRF.

Após realizado esse cadastro, uma mensagem do tipo “pop-up” será encaminhada para os telefones funcionais de todos os policiais que estejam em serviço operacional num raio de 100 quilômetros do local da ocorrência ou por onde o veículo possa vir a passar. Assim, os veículos poderão ser localizados e recuperados mais facilmente.

Os agentes da PRF acessam os dados lançados no Sinal para conferir as informações e, caso necessário, rejeitar a denúncia se verificado que se trata de falso relato. Na página de registro, a PRF informa que, comprovadamente, a probabilidade de recuperação de um veículo é maior nas primeiras horas após a ocorrência do fato. Portanto, quanto mais rápida for feita a notificação, maior a chance de recuperar o veículo roubado.

Como acessar

Para inclusão de registro, o cidadão deverá acessar o ícone “Sinal” pelo portal da PRF ou diretamente pelo link www.prf.gov.br/sinal. Ao concluir o preenchimento do formulário o registro automaticamente será reportado aos policiais nas consultas dos sistemas da PRF.

PRF Lages

O chefe da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Lages, João Paulo Haas, ressalta que o registro no SINAL não substitui a necessidade do Boletim de Ocorrência na Polícia Civil. A PRF Lages tem abrangência de cerca de 400 quilômetros e sete veículos foram recuperados neste ano, mas não há mecanismos que apontem qual o meio a vítima usou para fazer o comunicado.

“O aplicativo permite que o policial possa fazer a abordagem mais segura e aumenta a possibilidade de recuperação do veículo, pois o sistema  é instantâneo registra o fato antes mesmo do BO na Civil”, garante o policial.

Hass lembra de um caso ocorrido no segundo semestre deste ano. Um homem assaltou um salão de beleza em Lages e fugiu sentido Litoral com uma Nissan Kicks branca de um cliente. A vítima usou o app e três horas depois o veículo foi localizado no Posto de Biguaçu.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com