Geral

Cerca de 30 mil turistas devem visitar a Serra no Feriadão

Published

em

Foto: Divulgação

Apesar de não ter eventos carnavalescos tradicionais, a Serra Catarinense tem se transformado em um destino bastante procurado pelos turistas no período de Carnaval. A expectativa do Conselho de Turismo da Serra Catarinense (Conserra) é de que, entre sábado (22) e a Quarta-feira de Cinzas (26), cerca de 30 mil pessoas visitem a região.

Um levantamento feito pela entidade aponta que os leitos formais de Urubici e da Coxilha Rica já estavam praticamente lotados na sexta-feira (21), enquanto a taxa de ocupação em hospedagens de lazer (pousadas e hotéis fazenda) de Lages, São Joaquim e Bom Jardim da Serra chegava a 90%.

“Estamos em um círculo constante. Aumentou a demanda, aumentou a iniciativa da Serra em movimentar os equipamentos turísticos, aumentou a proatividade do empresário serrano, aumentou o fluxo de turistas. Há mais pessoas procurando a Serra e, consequentemente a Serra está disponibilizando mais serviços”, avalia a secretária-executiva do Conserra, Ana Vieira.

As facilidades para viajar, com possibilidades de parcelamento de passagens e hospedagens, por exemplo, são apontados por Ana como mais um ponto que contribui para o aumento da procura pela região nesta época do ano. “A procura pelo turismo de experiência oferecido pela Serra é maior agora, mas também tem aquelas pessoas que já passaram pelo litoral e que querem ampliar a sua experiência visitando a Serra também.”

A Pouserra – Associação do Trade Turístico de Urubici, é uma entidade que engloba mais de 300 equipamentos de hospedagem em Urubici e Bom Retiro, totalizando cerca de 3,7 mil leitos formais. De acordo com o presidente, Antonio de Pádua Paz Andrade, na sexta-feira, menos de 10% dos leitos associados ainda estavam disponíveis.

“Sempre fazemos análises comparativas relacionadas aos mesmos períodos do ano anterior. Em 2019 já tivemos um Carnaval com grande procura, assim como em 2020. Mas ao ampliarmos o ponto de vista além do Carnaval, observamos que em janeiro de 2020 teve uma ocupação muito superior a janeiro do ano passado”, compara.

Segundo ele, uma diferença entre as hospedagens do ano passado para as do Carnaval deste ano está relacionada à permanência dos turistas: se em 2019 os turistas vindos de fora da região pernoitavam apenas uma noite, em 2020 o tempo médio de permanência será de até quatro dias.

A empresária Cidiane Kaiser Souza comprova o apontamento feito pela Pouserra. Proprietária há três anos da Pousada Chalé Vó Bibi, em Urubici, ela garante que nos últimos dois anos a procura dos turistas no período de Carnaval cresceu consideravelmente. “Faço parte da Uniserra, um grupo de pousadas que a gente sempre troca informações. Neste ano já estamos todas lotadas para o feriadão e, quando um novo turista nos procura, estamos indicando as casas e hospedagens alternativas”, conta.

Tem festas temáticas e muito contato com a natureza

Sem desfiles oficiais nem eventos de destaque em clubes privados, Lages já não oferece muitos atrativos carnavalescos para os turistas. Porém, segundo o executivo de Turismo da prefeitura de Lages, Luiz Carlos Pinheiro, isto não é impeditivo para que as pessoas visitem o município nesta época do ano.

“O perfil do nosso turista mudou muito nos últimos anos. Eles têm vindo com mais frequência nos feriados e até mesmo no verão, procurando ter contato com a natureza. Basicamente, o turista que vem para a nossa região nessa época, está em busca do contato com a natureza. Isso fez ampliar muito a oferta de caminhadas ao ar livre, cavalgadas, enfim, de uma série de atividades ligadas ao campo.”

Neste ano, alguns estabelecimentos do município decidiram conciliar as atividades ao ar livre com atividades temáticas de Carnaval. Na Pousada Rural do Sesc, por exemplo, além das atividades cotidianas oferecidas aos turistas, como passeio a cavalo, arvorismo e trilha, os próximos dias serão dedicados a atividades temáticas como oficina de máscaras e um bailinho de Carnaval, que acontecerá na segunda-feira (24). “Como nossos clientes vêm mais para descanso, não é uma grande festa, é um pequeno evento para marcar a data”, comenta o gerente do Sesc em Lages, Cláudio Souza.

Já no Hotel Fazenda Pedras Brancas, além das tradicionais rodas de contação de histórias, caminhadas e cavalgadas, os hóspedes deste feriadão também terão a sua disposição uma programação para celebrar o Carnaval, com festa na piscina para crianças e um Baile de Máscaras para os adultos.

“A gente conseguiu conciliar atrativos tanto pro pessoal que vem só pra descansar, quanto pro pessoal que também busca algo relativo ao Carnaval. Será uma programação bem interessante para quem não quer ficar no agito do Carnaval, mas quer ter algum contato com a natureza e não deixar passar em branco a data”, completa.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com