Geral

Reveja as principais notícias de dezembro de 2019

Published

em

Motoristas alegaram que semáforo ficou verde em dois sentidos ao mesmo tempo. Foto: Bega Godóy/Arquivo CL

2/12 – Casarão de mais de 200 anos é demolido

Um dos casarões mais antigos da região da Coxilha Rica, em Lages, foi demolido. Pertencente a fazenda do Cadete, a edificação foi construída por volta de 1830. Segundo o Instituto Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), junto com outros bens da região, a casa estava em processo de tombamento.  

Neste ano, os proprietários de edificações, daquela região, estiveram reunidos com técnicos do Iphan, no Sindicato Rural de Lages, quando ficaram sabendo quais os locais mapeados para serem tombados. Um dos proprietários da fazenda do Cadete, o Procurador Federal, Nazareno Wolff, diz que não houve notificação por parte do Iphan de que a casa estava em processo de tombamento. Para Nazareno, a edificação teve de ser demolida por apresentar risco à segurança.

Casarão de 200 anos na Coxilha Rica foi demolido. Foto: Iphan/Divulgação


5/12 – Udesc inaugura laboratório de análises de sementes 

O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, inaugurou o único Laboratório Oficial de Análises de Sementes (Laso) de SC. O Laso foi credenciado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e tornou-se habilitado a receber, também, amostras de sementes dos órgãos oficiais, responsáveis pela fiscalização da produção e comercialização de sementes no Brasil, como em Santa Catarina, a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc)  e, nacionalmente, o Ministério da Agricultura.

No Estado, a Cidasc é a responsável pela fiscalização da produção e comercialização de sementes. A companhia tem 1.635 pontos de vendas credenciados e uma previsão de 600 coletas de amostras para análise, em 2020, que deverão ser encaminhadas ao Laso.


10/12 – Prefeito Vilmar Neckel é condenado a perda do cargo

A Justiça determinou a perda do cargo do prefeito de Bom Retiro, Vilmar José Neckel, por improbidade administrativa, a suspensão dos direitos políticos por três anos e o pagamento de multa de R$ 11,6 mil. Ele contratou a própria advogada para defender o município em processo no qual é acusado de causar prejuízos em mais de R$ 195 mil quando era secretário de Obras.

Neckel já estava afastado do posto de prefeito por decisão judicial. Conforme o TJSC, no processo os réus alegaram que a contratação foi feita de maneira emergencial porque a procuradora do município estava em férias.


12/12 – Sistema que custou meio milhão não funciona como prometido

A central de monitoramento de semáforos não está funcionando de forma efetiva. A promessa da Diretran era de acabar com a sincronização manual dos semáforos e atuar observando as câmeras, em casos de congestionamentos ou até mesmo cortejos fúnebres. Os monitores poderiam manter por mais tempo um sinal aberto, dando fluidez ao trânsito. 

Outro benefício anunciado pelo órgão, em 2018, foi a onda verde, sistema usado em grandes centros, onde o motorista mantém uma velocidade média e encontra todos os semáforos abertos. Mas essas promessas não se tornaram realidade. Hoje, a central permite o controle remoto de cada sinal, mas os operadores não têm como saber como está o trânsito em tempo real. O equipamento foi instalado em julho deste ano e ainda está em fase de testes. Não há prazo para funcionar de forma efetiva e custou R$ 513.907,00, pagos com a arrecadação de multas. 

Sua eficiência foi questionada no dia 5 deste mês, quando três veículos se envolveram em um acidente no cruzamento da Rua Marechal Deodoro com a Avenida Belisário Ramos. Os motoristas alegaram que o semáforo teria liberado o trânsito em dois sentidos, simultaneamente. 


13/12 – Denúncia é que condomínio está sendo controlado por bandidos

A situação está tão grave no condomínio Pedro Filomeno, no Bairro Promorar, que a audiência pública para discutir a segurança dos moradores foi feita com escolta policial. Estão praticando até uma espécie de pedágio ilegal. Houve relato que um rapaz chegou no condomínio e tinha, no bolso, o salário do mês. Foi obrigado a entregar o dinheiro aos marginais. Outro episódio foi o caso de uma casa em que levaram tudo, quando a moradora saiu para uma consulta médica. Há a sugestão para a montagem de um Posto da Polícia Militar no entorno do condomínio. Rondas ostensivas, ao menos de duas em duas horas, e também cadastrar os moradores no programa da PM Rede de Vizinhos.


28/12 – Há mais de dois mil exames para serem feitos

Há mais de dois mil exames de ressonância na fila de espera do Sistema de Regulação Ambulatorial (Sisreg) de pessoas em Lages. A realização do exame pode demorar uma semana ou mais de dois anos. Tudo depende da gravidade do quadro clínico e se o médico especificou bem a situação do paciente no pedido do exame.

A expectativa é que o tempo de espera diminua quando a nova ala do Hospital Tereza Ramos for inaugurada, no segundo semestre do ano que vem. O governo estadual anunciou que haverá um aparelho de ressonância no prédio novo.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com