Eleições

Votação surpreende e define candidatos ao 2º turno em SC

Published

em

Fotos: Divulgação

Com um resultado surpreende, bem diferente  do que antecipavam as pesquisas eleitorais, o candidato Comandante Moisés (PSL) teve a segunda maior votação para o Governo do Estado de santa Catarina e enfrentará Gelson Merisio (PSD) no segundo turno.

Desde o começo da abertura das urnas eletrônicas no Estado, os dois candidatos caminhavam lado a lado na apuração. Disputando cada voto, Merisio e o Comandante ficaram com 31,12% e 29,72%, respectivamente. Juntos, somaram 2.193,275 de votos. Ao todo, Santa Catarina possui 3.605,267 de votos válidos. O número de abstenções, 826,754, foi mais significativo que o número de votos brancos, 260,484, e nulos, 375,916.

O candidato Gelson Merisio, em entrevista coletiva após o resultado, declarou que o quadro nacional fica em segundo plano nesta segunda etapa da campanha, porque os dois candidatos de Santa Catarina apóiam Bolsonaro. Há algumas semanas, Merisio declarou apoio ao candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro do PSL.

O outro candidato ao Governo do Estado, Comandante Moisés, é do mesmo partido de Bolsonaro. “Queremos fazer um debate profundo sobre Santa Catarina. O que está em jogo é o catarinense, que precisa de segurança pública e saúde de qualidade. Aí, o preparo e a experiência de quem for o governante, fará muita diferença para o resultado”, ressaltou Merisio.

Sobre as alianças, o candidato do PSD afirmou que não buscarão alianças com partidos, mas sim com os eleitores. “O tempo é muito curto e precisamos mostrar ao eleitor o que queremos fazer, com muita tranquilidade, muito respeito ao adversário”.

Expectativa de segundo turno era Mariani

Para este segundo turno, Merisio encarou com surpresa o seu adversário. Com isso, reverá o plano para a campanha, já que se esperava que o segundo turno fosse contra o candidato Mauro Mariani do MDB. “É um candidato novo e, a partir daí, precisamos entender, respeitar o caminho que temos pela frente”, concluiu Merisio.

Gelson Luiz Merisio

Natural de Xaxim, no Oeste do Estado. É administrador de empresas, foi deputado estadual e presidiu a Assembleia Legislativa entre 2010 e 2012. Merisio começou a se envolver em causas políticas enquanto estava no ensino médio.

Assumiu seu primeiro cargo eletivo em 1989, como vereador de Xanxerê, para o mandato 89-92, como o mais votado daquele pleito, com 707 votos. Nos últimos dois anos de seu mandato, 1991 e 1992, presidiu a Câmara de Vereadores do município.

Em 1996, foi apresentador do programa de rádio e TV “Controle Geral”, da rede Record. Entre 1999 a 2001, comandou a direção financeira da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) e presidiu o Conselho Deliberativo do Sebrae/SC de 1999 a 2002. João Paulo Kleinübing (DEM) é candidato a vice de Merisio.

Moisés surpreendeu

A chegada do Comandante Moisés ao segundo turno, foi a grande surpresa da eleição em Santa Catarina. Com pouco tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, o PSL também elegeu quatro deputados federais e seis estaduais.

“O primeiro passo para uma mudança foi dado. Conseguimos devolver esperança ao cidadão e mostrar que com união podemos fazer muito mais pelo nosso Estado e país. Agora, é uma nova luta, um segundo turno e estamos muito confiantes que a mudança em Santa Catarina já começou”, destaca o candidato ao Governo do Estado, Comandante Moisés.

Perfil: Carlos Moisés da Silva

Comandante do Corpo de Bombeiros. Pela primeira vez se filia a um partido político e concorre a um cargo eletivo. Sua vice é a advogada Daniela Reinehr (PSL), de Chapecó. Em entrevista ao Correio Lageano, em setembro deste ano, o candidato explicou que, inicialmente, foi convidado a ser o cabeça de chapa do partido em sua cidade, Tubarão, mas como estava morando em Florianópolis, acabou entrando na executiva do partido e seu nome foi o escolhido para representar a sigla nas urnas.

Apesar de não ter carreira política e tampouco seu partido ter expressividade no Estado, garantiu que sua candidatura não é apenas para dar palanque ao postulante à Presidência, Jair Bolsonaro. O segundo turno acontece no dia 28 de outubro. Os catarinenses, além de escolherem o governador, também escolherão o próximo presidente da República.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com