Conecte-se a nós

Notícias

Vice-prefeito de São Joaquim se torna réu por lavagem de dinheiro

Published

on

Foto: Divulgação

O Ministério Público concluiu, recentemente, uma investigação envolvendo diversas pessoas que atuavam em Santa Catarina no intuito de “furar” a fila do SUS para as cirurgias eletivas. Entre os denunciados, consta o nome do vice-prefeito de São Joaquim, Maurício Yamashiro.

Segundo informações que constam no site do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, o crime teria acontecido no ano de 2014, quando um assessor parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), possuindo conhecimento acerca do funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), arrebanhou diversos pacientes que necessitavam de cirurgias consideradas eletivas, não emergenciais, os quais, pelos trâmites normais, deveriam aguardar na fila de espera do SUS até serem atendidos.

Objetivando o recebimento de valores ilícitos para si, para os intermediadores e para os médicos envolvidos no esquema, o assessor parlamentar falsificava e inseria informações falsas em documentos a fim de que pacientes “furassem” a fila de espera regular e fossem, com isso, atendidas rapidamente e os procedimentos cirúrgicos fossem agendados e realizados com maior rapidez.

Ainda de acordo com as informações contidas no processo, o vice-prefeito de São Joaquim, o assessor da assembleia e mais um médico solicitaram e, posteriormente, receberam para si e para outras pessoas, vantagem indevida de uma paciente idosa, moradora do município, o valor de R$ 5 mil em dinheiro, para que ela fosse submetida ao procedimento cirúrgico de “artroplastia”. Apesar de a cirurgia ter sido realizada em Santo Amaro da Imperatriz, e custeada integralmente pelo SUS.

O MP ainda destacou que foi o próprio Yamashiro o responsável pelo transporte da vítima e de seus familiares até Santo Amaro, e lá teriam se encontrado com outros denunciados e que não permitiram que a paciente ou seus familiares conversassem com a atendente do hospital, inclusive, fazendo constar na ficha de internação a falsa informação de que a idosa era de Jaguaruna.

Também teriam pedido aos familiares e à paciente que não comentassem com ninguém do hospital o pagamento pela cirurgia, com o evidente propósito de assegurar a realização do procedimento cirúrgico pelo SUS e de evitar que esse pagamento fosse descoberto.

O vice-prefeito, recebendo a orientação do assessor da Alesc, teria ainda recebido o dinheiro indevido da idosa e, inclusive, depositado na conta de um terceiro, genro do assessor, que estaria ciente do trâmite

Defesa de Yamashiro

Yamashiro enviou uma nota, via WhatsApp ao portal São Joaquim Online. No documento, assinado por ele, declara que possui conduta ética e ilibada, não compactuando com qualquer ato ilícito da administração pública e que não foi intimado a responder qualquer ação e tem certeza que será inocentado:

O Ministério Público

O órgão se manifestou respondendo que o processo ainda está na fase inicial e que os envolvidos não foram ouvidos, mas que a investigação já foi concluída, as provas colhidas e a denúncia aceita pelo Judiciário. Agora, os denunciados serão notificados para apresentarem defesa e produzirem provas contrárias à acusação.

De acordo com o ministério, o vice-prefeito é réu em outra ação, esta, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; e responde, também, por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.

Fonte: São Joaquim Online

 

Comentários
Compartilhe

Notícias

Grupo Universo Cabeludo discute a cultura machista

Published

on

Por

Foto: Divulgação

O universo feminino invade o teatro lageano, hoje e amanhã, no Teatro Sesc.  O grupo Universo Cabeludo, criados pelas atrizes Andréia Paris e Vívian Coronato, tem como temática central o universo feminino. Questiona e denuncia, principalmente, os modos como as mulheres são tratadas dentro de uma cultura machista.

Elas criaram a banda de rock a partir de um desejo juvenil. O processo de criação de letras, músicas e ensaios é permeado por uma discussão do universo feminino em um misto de revelações, desejos, sentimentos, frustrações e crítica.

Buscando se libertar de padrões pré estabelecidos, as mulheres do espetáculo decidem viver o sonho adolescente de criar uma banda de rock. As frustrações, os desejos e as dificuldades conduzem-nas a descobrir esta mulher contemporânea que quer ser a dona de seu próprio destino.

Seis cidades catarinenses receberão o projeto Circulando pelo Universo Feminino, trocando experiências contra a violência, que traz apresentações teatrais, debates e oficinas oferecidas gratuitamente à comunidade.

Circulando pelo Universo trabalha com devisedtheatre, uma prática teatral utilizada em grupos de teatro de mulheres surgidos nos anos 1980 e 1970 em muitos países como uma estrutura alternativa ao trabalho de teatro tradicional.

Dessa forma, foram criando-se espaços mais democráticos, nos quais as mulheres pudessem participar ativamente. Durante oito horas de oficina, as participantes irão criar, sugerir e propor exercícios e temas. O objetivo é empoderar as participantes do processo, com a responsabilidade de criação e o crédito compartilhado.

 

O espetáculo

 

Data: Sexta-feira (20)

Horário: 18h

 

Data:  Sábado (21)

Horário: 9h


Local: Teatro Sesc Lages/SC

Entrada gratuita.

 

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Placas indicam lombadas que não existem

Published

on

Será construída uma lombada próximo ao cruzamento com a rua Vicente Feola - Foto: Patrícia Vieira

Quem passa pela Avenida Caldas Júnior, no Bairro Santa Helena, em Lages, percebe placas sinalizando a existência de lombadas físicas. Porém, um detalhe chama atenção: elas não existem. Para quem segue em direção Conte/Centro, encontrará sinalizações indicando lombada a aproximadamente 30 metros da entrada das ruas Vicente Feola e Cristiano Brascher.

Uma das placas está bem próxima da Rua Vicente Feola e indica que a 30 metros existe uma lombada. A sinalização fica entre a Panificadora e Confeitaria Delícias de Trigo e o mercado Santa Helena. A outra indicação, fica um pouco adiante, próximo da Rua Cristiano Brascher.

Segundo moradores, as placas foram fixadas há mais de dois anos, e ninguém mais da prefeitura voltou para construir as lombadas. Segundo a Secretaria de Planejamento e Obras, somente uma lombada está dentro da viabilidade técnica e será construída. Ela ficará na Rua Vicente Feola.

O secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi, explica que a implantação da lombada está dentro da programação das inúmeras a serem realizadas na cidade e deve ser executada em breve.

Ele lembra ainda, que há alguns anos foram fixadas as placas indicativas, porém, não significa que serão implantadas as lombadas. “Somente serão construídas as que estiverem dentro da viabilidade técnica, como é o caso de uma na Caldas Júnior”, disse.

Preocupação

O aposentado Vivaldino Rodrigues dos Santos, de 78 anos, morador do bairro há mais de 40 anos, lembra que o fluxo de veículos aumenta a cada ano, e com isso, é necessário que medidas de segurança sejam tomadas, tanto para condutores, quanto para pedestres. “A lombada seria colocada para diminuir a velocidade dos carros que passam a toda velocidade”, contou. Além disso, Vivaldino lembra ainda que a pintura da faixa de pedestres no chão, desapareceu.

O morador Pedro Flores Pereira, de 80 anos, contou que a avenida é movimentada e que, principalmente à noite, os carros passam em alta velocidade. “Aqui tem muito acidente. Toda semana. É necessário que sejam instaladas lombadas, principalmente por ter muitos moradores idosos”, disse.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Frio volta a partir de sábado

Published

on

Foto: Bela Lages por Julio Vasco/Divulgação

As tardes quentes fora de época darão lugar o frio típico do inverno. Sensação gelada, principalmente ao amanhecer, prevalece, mas o frio será mais intenso a partir de sábado (21). As temperaturas devem ficar abaixo de zero nas cidades da Serra Catarinense. As mínimas podem chegar aos -6 °C no domingo (22).

Nesta quinta-feira (19) as máximas devem chegar aos 27 °C. Nas demais regiões do Estado, as temperaturas seguem elevadas e podem ultrapassar os 33°C. O sol aparece em boa parte de Santa Catarina. Segundo o Climaterra, as mínimas registradas foram de 1,9°C em Bom Jardim e 2,4°C em São Joaquim; 3,5°C em Painel 4,4°C em Urubici. Houve ocorrência de geada bem isolada.

Na sexta-feira (20) uma frente fria atravessa o Estado ao longo do dia. O tempo será de sol passando a nublado, do Oeste ao Sul. Chuva e trovoada podem ocorrer no decorrer da tarde ou noite no Oeste. Risco de temporal isolado.

Temperaturas em queda à noite. Mínimas entre 8°C e 15°C na maior parte de Santa Catarina, e entre 7°C e 10°C nas cidades da Serra, no fim da noite. Máximas variam entre 24°C e 34°C nas demais regiões do Estado.

 

Queda nas temperaturas

De acordo com o engenheiro agrônomo, Ronaldo Coutinho, as temperaturas caem a partir de sábado (21). A frente fria, que deixa o Estado, dará lugar a uma intensa massa polar. Temperatura baixa em boa parte do dia, sendo muito frio ao amanhecer e noite. Mínimas entre -3 C e 0°C nas cidades da Serra, e entre 1°C e 9°C na maioria das regiões de Santa Catarina. Chance de garoa isolada na madrugada e manhã na região Serrana.

Ainda, segundo Coutinho, a previsão indica pequena chance de garoa congelada ou neve nos pontos mais altos do topo da Serra, no sábado. “Principalmente nas áreas acima dos 1.600 metros, também com chance, maior, de sincelo no Morro das Torres”, explica Coutinho.

Já para o domingo (22) a massa polar segue sobre Santa Catarina. Temperatura muito baixa ao amanhecer e agradável de tarde, e mais alta no Oeste. 

Conforme o site Climaterra, as  temperaturas serão baixas e abaixo do zero em algumas regiões do Estado, principalmente nas cidades da Serra, onde onde os termômetros oscilam entre -6 °C e -3°C, com ocorrência de geada de forte. Mínimas entre -1°C e 6°C na maior parte de Santa Catarina, com ocorrência de geada isolada. As máximas não devem passar os 15°C no topo da Serra, e 26°C em pontos do Oeste e Extremo Oeste.

Alerta

Coutinho alerta para possíveis danos nas áreas de frutas temperadas que exigem pouco frio, que estão em fase de “balão” ou flor, principalmente nas áreas de pomares do Meio Oeste a Serra Catarinense. Pois no domingo, as mínimas podem chegar aos -4°C.

 

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.