Conecte-se a nós

Negócios

Vendas de enfeites de Natal movimentam a economia

Published

on

Quem é artesão comemora a época por poder agregar amor e valor aos produtos - Fotos: Andressa Ramos

A um mês para o Natal, o corre-corre para a compra de enfeites natalinos já pode ser observado. As pessoas aproveitam as promoções e as novidades para adquirir o melhor produto e embelezar a casa ou o comércio para celebrar a data. Para incentivar a compra do pequeno empreendedor e valorizar os trabalhos manuais, uma forma de decorar a casa é escolher os artesanatos. Em Lages, um dos pontos de venda é o Armazém das Artes, que fica na Rua Nereu Ramos, no Centro da cidade. O carinho e o amor de quem produz com as mãos produtos que podem mudar o cenário do lar das pessoas, são expostos todos os dias. Para o Natal, as artesãs preparam diversos itens. Há Papais Noéis, manjedouras, anjos, a Sagrada Família, panos de prato, trilhos de mesa entre tantos outros artigos. Os valores vão até R$ 400. As artesãs do Armazém das Artes são cerca de 100 mulheres que integram os grupos Arte Terapia; Ciranda das Artes; Detalhes de Amor; Luz e Vida; Tramatusa; Grupo das Soroptimistas, e Casa Colibri. A venda de enfeites natalinos contribui na arrecadação dos artesãos neste período do ano, além disso, é a chance de apresentarem melhor seus produtos e os tornarem conhecidos. No Armazém das Artes, os consumidores estão procurando enfeites e, também, presentes para o fim de ano.

>Pesquisa_ Uma nova pesquisa mostrou que antecipar a decoração de Natal, enfeitando a árvore natalina e espalhando luzinhas pela casa, torna as pessoas mais felizes. “Em um mundo cheio de estresse e de ansiedade, as pessoas gostam de associar coisas ao que as torna felizes. E os enfeites de Natal evocam esses fortes sentimentos de infância. Mesmo que possa existir uma série de razões para se antecipar a decoração, mais comumente, isso ocorre por motivos nostálgicos”, explica o psicanalista Steve McKeown, que liderou o estudo. Segundo o especialista, “reviver a magia” dessa época do ano, pode “compensar o tempo passado” porque reconecta as pessoas “com a criança que existe dentro de nós”.

Pela tradição católica, a árvore de Natal deve ser montada no início do advento de Natal, período de quatro domingos antes da data religiosa do nascimento de Jesus Cristo. Neste ano, o advento começa no dia 3 de dezembro. O desmonte da árvore deve ser no dia 6 de janeiro, data da Epifania.

 

Comprando decoração de Natal pela internet

  • Já que nas compras online você não tem contato direto com o vendedor, para esclarecer eventuais dúvidas precisa usar o chat, mandar um e-mail, fazer uma ligação ou usar quaisquer outros canais de atendimento. Para ganhar tempo nesse processo, fazer compras conscientes e evitar mal-entendidos, analise cuidadosamente os produtos. Leia a descrição completa, descubra de que material é feito, qual é o tempo de garantia e, principalmente, o tamanho do enfeite. Imagine só que frustração seria comprar uma árvore de 60 centímetros pensando que o pinheiro tem 2 metros de altura.
  • Se você vai deixar para comprar enfeite de Natal só em dezembro, precisa redobrar a atenção para não ficar na mão. Confira os tipos de frete, os prazos de entrega e as políticas de troca e devolução dos produtos. Não se esqueça que, no final do ano, as práticas de envio das lojas online costumam ser alteradas, demandando que você esteja a par de ainda mais questões logísticas na hora da compra. Afinal de contas, se o produto chegar no dia do Natal ou depois, os enfeites não cumprirão seu papel.
  • Antes de clicar em comprar, cheque a real disponibilidade dos itens na loja. Se você precisa de 36 bolas douradas, por exemplo, só um pacote com 12 bolas não será o suficiente para suas necessidades, certo? Nesse caso, é melhor procurar os itens que deseja em outra loja ou reformular sua lista de compras, quem sabe incluindo bolas de outra cor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Comentários

Negócios

PIS: trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar abono salarial

Published

on

Foto: Arquivo/Agência Brasil/Divulgação

Começou nesta quarta-feira (22) o pagamento do abono salarial do PIS (Programa de Integração Social) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016. Os titulares de conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1 e movimentação receberam o crédito automático na última terça-feira (20).

Os pagamentos são feitos conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos os beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. Os últimos a sacar serão os nascidos em maio e junho, a partir de 15 de março.

São liberados R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário. Para os nascidos em março e abril, estão disponíveis R$ 2,664 bilhões para mais de 3,745 milhões de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

A Caixa lembra que tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.

Quem tem o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da instituição. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta da Caixa, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco público, apresentando o documento de identificação. O trabalhador vinculado a empresa pública com inscrição no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

Fonte: Agência Brasil

Comentários
Continue Lendo

Negócios

Programa Startup SC está com inscrições abertas

Published

on

Por

Foto: Divulgação

O programa de capacitação Startup SC, iniciativa do Sebrae/SC em parceria com o Governo do Estado, está com inscrições abertas. Empresas de base tecnológica iniciantes podem se inscrever entre 19 de fevereiro e 19 de março para o programa com duração de cinco meses e oferece, além de capacitação, acesso à rede de empreendedores do ecossistema de sucesso catarinense. Esta é a oitava edição do programa e pela primeira vez estará selecionando 30 startups – elas serão divididas em duas turmas, em Joinville e Florianópolis. O resultado da seleção será divulgado no dia 28 de março.

As selecionadas participarão de cursos, palestras, workshops, mentorias presenciais e online gratuitamente. As consultorias presenciais acontecem em Florianópolis e Joinville, simultaneamente, durante os cinco meses de treinamento. Não é necessário ser pessoa jurídica para participar.

O sucesso dessa metodologia é refletido no número de empresas nascentes que passaram pelas turmas do Startup SC e continuam no mercado: cerca de 64% ainda estão ativas em um cenário nacional em que 74% das startups não sobrevivem aos primeiros cinco anos, de acordo com estudo da Startup Farm.

Vantagens

Além da capacitação os participantes ganham créditos para utilização nas plataformas AWS, Google Cloud e IBM Cloud, assinatura de um ano na ContaAzul, dois anos de isenção na mensalidade da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), tarifas especiais para transações na Asaas, entre outras vantagens.

Inscrições: http://www.startupsc.com.br/inscreva-se/

Comentários
Continue Lendo

Negócios

Sest/Senat amplia estrutura e serviços em nova unidade

Published

on

Foto: Susana Küster

Atualizado às 12:02

O Sest/Senat de Lages, a partir de junho, vai funcionar na nova estrutura, que está sendo construída às margens da BR-282, próximo ao Lages Garden Shopping.

O órgão que hoje funciona em 300 metros quadrados, na Rua Campos Sales, Bairro Coral, vai passar para quatro mil metros quadrados. O investimento de R$ 12 milhões, (recurso próprio), possibilitará mais conforto e espaço para eventos e cursos.

O público, que em sua maioria são motoristas, terão atendimento odontológico, clínica geral, fisioterapia e palestras educativas. Haverá também um ginásio poliesportivo, que também servirá como centro de eventos.

Hoje a estrutura possui uma sala de odontologia e outra para fisioterapia. A que está sendo construída terá oito salas para atendimento odontológico, além de nutricionista, psicóloga e atendimento radiológico para a parte de odontologia.

Os cursos terão mais espaço, já que de uma sala de aula vai para oito, além de mais duas salas de informática. O órgão também oferecerá simulador de direção para caminhão e ônibus. “Estamos prevendo um curso técnico em manutenção em oficina mecânica, no ano que vem”, afirma o gerente do Sest/Senat, Renato Inda Macedo.

Com a nova estrutura, a expectativa é de que a demanda aumente. “Lages possui um potencial grande para o transporte pela posição geográfica que possui”, avalia Renato.

 

Erramos: Na matéria, foi informado que a sede do Sest/Senat era anexo ao Posto Ampessam, na BR-116, quando na verdade é na Rua Campos Sales.

Comentários
Continue Lendo

Negócios

Fecam defende liberação de fundo

Published

on

Por

Foto: Alesc/Divulgação

Preocupada com a retomada do crescimento da economia nos municípios, a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) se juntou aos pedidos do Governo do Estado de Santa Catarina e encaminhou ao Banco Nacional de Desenvolvimento – BNDES e ao Ministério da Fazenda, nesta quinta-feira, 15, uma solicitação de celeridade no processo de liberação dos recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2). A entidade também enviou o documento, assinado pelo presidente Volnei Morastoni, prefeito de Itajaí, ao Fórum Parlamentar Catarinense para que os deputados federais e senadores auxiliem nas tratativas de destravamento do financiamento.

A Federação entende que os recursos do fundo são estratégicos para a indução do desenvolvimento econômico e social, em prol da geração de renda, emprego, riqueza e ampliação da produtividade dos setores econômicos. “A capacidade de investimentos dos municípios catarinenses é cada vez menor. Entre 2006 e 2016, foi, em média, de 5% da arrecadação total. Isso reforça a importância do Fundam para que todos os prefeitos e prefeitas tenham condições de concretizar obras que são reivindicadas pela população”, observa Morastoni.

A entidade demonstra que com os recursos do Fundam 1, repassados efetivamente entre 2014 e 2016, houve um crescimento de 20,48% nos investimentos feitos pelos municípios, o que contribuiu para amenizar os efeitos da crise econômica sobre a renda e geração de empregos em Santa Catarina. Isso porque os investimentos em infraestrutura, destinação de grande parte dos recursos, são importantes para promover a ampliação e manutenção do crescimento econômico e desenvolvimento catarinense.

Fundam 2

O investimento previsto para a nova edição é de R$ 700 milhões. As áreas previstas para destino dos recursos são: infraestrutura (logística e mobilidade urbana); construção e ampliação de prédios nas áreas de educação, saúde e assistência social; construção nas áreas de desporto e lazer; saneamento básico; aquisição de equipamentos, veículos e materiais destinados aos serviços de saúde e educação; e aquisição de máquinas e equipamentos rodoviários novos, fabricados em território nacional.

Comentários
Continue Lendo

Capa do Dia

Instagram

Facebook

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©