Notícias

Vandalismo e furtos no Morro da Cruz

Published

em

Mecabô mostra a torneira vandalizada em um dos banheiros do Morro da Cruz - Foto: Núbia Garcia

Mesmo recebendo turistas apenas em determinadas épocas do ano, o Morro da Cruz, localizado no Bairro Morro Grande, em Lages, é considerado um dos principais pontos turísticos de Lages. O ápice da visitação acontece na Semana Santa, visto que o local é palco de encenações teatrais e missas, além de períodos de eventos como a Festa Nacional do Pinhão e o Moto Neve.

Apesar de não ter um fluxo intenso e constante de turistas, o morro recebe visitantes (lageanos e pessoas de fora) durante todo o ano. De acordo com a Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, o descaso da parte da população que frequenta o local é grande, pois atos de vandalismo e furtos têm sido frequentes.

De acordo com o secretário da pasta, Euclides Mecabô, o Morro da Cruz está sem fornecimento de água para os banheiros porque foram furtados canos, mangueiras e até mesmo a caixa d’água e um motor. Estes materiais faziam a ligação dos banheiros com a estação da Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa), que fica em uma parte mais baixa do morro.

“Temos dificuldade de fazer a manutenção dos banheiros. Pra você ter uma ideia, hoje estamos limpando com caminhão de água que trazemos lá de baixo, porque se colocarmos as mangueiras e canos de volta, na semana que vem a gente volta aqui e já não está mais”, conta Mecabô.

Na manhã desta terça-feira (25), a reportagem do Correio Lageano esteve no local e constatou a deplorável situação de sujeira dos banheiros. Havia fezes no vaso sanitário e também no chão, camisinhas e fraldas, além de outros materiais como sacolas e garrafas pet espalhadas. “É preciso juntar a vontade e o trabalho do poder público com o interesse da população em bem utilizar, defender e proteger o patrimônio público”, avalia Mecabô.

A Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente é responsável pela limpeza e manutenção da parte do terreno do Morro da Cruz que compreende a capela, os banheiros e a cruz. A roçada é feita periodicamente e a retirada de lixo acontece toda semana.

Canos e mangueiras que faziam o fornecimento de água foram furtados – Foto: Divulgação

clique para comentar

Deixe uma resposta