Conecte-se a nós

Notícias

Vacinação em Brasília teve Zé Gotinha com a camisa da seleção Yara Aquino

Published

em

Brasília, 12/06/2010, Agência Brasil

 

Cercado por palhaços e brinquedos infantis, Zé Gotinha, personagem símbolo da campanha de vacinação contra a pólio, atraiu crianças para a vacinação hoje (12), no Parque da Cidade, em Brasília, dia nacional da campanha. Devem ser vacinadas as crianças até 5 anos de idade. A segunda etapa da vacinação está marcada para 14 de agosto.

 

Até as 11h cerca de 60 crianças tinham sido vacinadas, movimento considerado maior do que o de anos anteriores pela chefe de enfermagem que coordena a vacinação no Parque da Cidade, Alessandra Lacerda. Segundo ela, as opções de lazer oferecidas para as crianças levaram os pais a optarem pelo local, em vez de procurarem os postos de saúde. “O movimento está muito bom, apesar de do frio, que faz os pais evitarem trazer as crianças muito pequenas”.

 

Além dos palhaços, as crianças que foram até o posto de vacinação no Parque da Cidade encontraram brinquedos infláveis, pula-pula, ganharam balões e puderam pintar o rosto. Aproveitando o clima de Copa do Mundo, o Ministério da Saúde adotou nesta primeira fase da campanha o slogan Vacinou, é Gol, além de Zé Gotinha vestido com a camisa da seleção brasileira.

 

A militar Silvia Martins levou a filha Marina, de 4 anos, e avaliou que a associação entre a vacina e a brincadeira causa boa impressão nas crianças. “Vi pela televisão que o Zé Gotinha estaria aqui e trouxe a Marina, para ela é muito melhor assim, ela associa que a vacinação é uma coisa boa”. Mas fez questão de destacar a importância dos pais na vacinação dos filhos. “Toda mãe tem a responsabilidade de zelar pela saúde do filho, participar de todas as campanhas de vacinação para prevenir doenças”, disse.

 

A médica pediatra e mãe de duas meninas de 1 e 3 anos, Ana Raquel Franco, lembrou, para ressaltar a importância da vacinação, que desde 1989 o Brasil não registra nenhum caso da doença. Segundo ela, é fundamental a realização anual da campanha para evitar o ressurgimento do vírus trazido por alguém que venha de outros países. “No Distrito Federal temos a particularidade de receber muitas pessoas de fora, nas embaixadas, por exemplo, por isso é até mais importante atender ao chamado da campanha”.

 

No Distrito Federal, a população alvo para a vacinação contra poliomelite é de 221.065 crianças e a meta é atingir 95% desse público.

 

 

Foto:Valter Campanato da Agência Brasil

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: