Conecte-se a nós

Notícias

Vacinação contra a gripe é prorrogada até acabarem os estoques

Published

em

Foto: Camila Paes

Todo sorridente, como quem tem orgulho de mostrar os novos dentinhos nascendo, o pequeno Bryan, de seis meses, não fechou o sorriso nem mesmo no momento em que foi vacinado. A mãe Elusa Pereira Nunes levou o filho para tomar a primeira dose, na tarde de ontem, e em menos de cinco minutos Bryan saiu imunizado contra os vírus da H1N1, H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata.

Bryan faz parte do grupo que tem direito à vacina gratuita e que só recebeu a imunização após o final da campanha, no último dia 8. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica de Lages, foram aplicadas 46.994 doses e a meta era de 54.555.

Apenas 46,49% da meta foi alcançada e nos grupos prioritários, os idosos e professores foram os que mais se aproximaram do objetivo. Por causa disso, a campanha de vacinação foi estendida para até quando acabarem os estoques, priorizando os grupos alvos que não foram imunizados, a segunda dose para crianças de seis meses a 5 anos que receberam a dose este ano pela primeira vez, crianças de 5 a 9 nove anos e adultos de 50 a 59 anos, conforme orientação do Ministério da Saúde.

A situação é a mesma em todo o Estado. A meta de vacinação era de 90% do grupo prioritário, mas apenas 83,38% procuraram os postos de saúde. Segundo dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), os grupos que menos foram aos postos de saúde foram os das crianças e gestantes.

Os idosos foram os mais imunizados, com 96,10% do público total. O órgão também informou que, até segunda-feira, faltavam imunizar 229 mil pessoas do público-alvo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que, anualmente, 650 mil pessoas morrem em decorrência a gripe no mundo todo.

Quem tomou a vacina no ano passado, pode repetir a dose. A dose é contraindicada para pessoas alérgicas aos seus componentes. Uma das possibilidades para a queda no número de imunizações seria porque muitas pessoas acreditam que a vacina não faz efeito ou porque ficaram gripadas logo após tomarem a dose.

Entretanto, o sistema imune demora alguns dias para contrapor o vírus da influenza e se a pessoa já havia entrado em contato anteriormente, pode sofrer os efeitos da doença. Mesmo assim, é importante porque ajuda a evitar muitas das complicações pós-gripe, como a pneumonia. Em Lages, as vacinas podem ser feitas nos postos de saúde com doses ainda disponíveis ou na Vigilância Epidemiológica.

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais