Conecte-se a nós

Notícias

Urupema conquista seu lugar ao sol

Published

em

Fotos: Andressa Ramos

Se o destino é importante, a viagem mais ainda, prova disso são os caminhos que levam à Urupema, a cidade mais fria do Brasil, na Serra Catarinense.

Quando os jornais noticiam baixas temperaturas, é certo, os turistas logo procuram hospedagens para poderem curtir o frio e apreciar as belíssimas paisagens que a Serra proporciona.

Ainda mais em Urupema quando se tem um ponto de 1.750 metros acima do nível do mar, é de tirar o fôlego literalmente. A sensação é de calma, paz, tranquilidade, gratidão e até de reflexão, afinal, são árvores, animais e um cenário preservado há anos.

Quem viu potencial econômico no frio, foi o casal Cláudia e Silvio. Em 2013, enquanto todos apre

ciavam as baixas temperaturas, eles observaram que em Urupema poderiam construir uma hospedagem diferenciada.

Ele coordenador e ela professora, aproveitaram uma oportunidade, que surgiu em 2014, de adquirir um terreno com vista privilegiada, e não pensaram duas vezes.

Compraram e passaram 2015 construindo cabanas e a casa da família, afinal, decidiram abandona

r a cidade grande, Florianópolis, para morar na tranquilidade, próximo da natureza e de um setor que está crescendo na região.

Este ano, é o terceiro inverno que o casal está com as portas abertas e, otimista, afinal há reservas até agosto. As acomodações são divididas em cinco cabanas.

Os proprietário da Pousada Santa Ana da Serra, comentam que recebem turistas de todo o Brasil: Rio Grande do Sul, Alto Vale do Itajaí, Florianópolis, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.  

Salete e Vinicius são hóspede

s de Ituporanga, chegaram no sábado (09) pela manhã e a previsão de saída era o domingo, afinal queriam sentir o frio gelado da noite e do amanhecer de Urupema.

Viajaram mais de 300 quilômetros

para aproveitar o clima romântico, e comemorar os 18 anos de casados.

Aos 73 anos, Ana Helena de Assis Brasil de Souza, já foi para a Suíça e para o Chile, mas é a primeira vez que visita Urupema. As paisagens conquistaram Ana, além disso, ela comenta que pássaros que não via mais, pôde rever da janela da pousada. “O sol é maravilhoso”, Ana completa que adora o frio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

Lotação

 

Na Fazenda Monte Agudo, também há reservas até agosto. Ao passar da primeira porteira, os turistas podem aproveitar mais paisagens dignas de cartão-postal.

Ingrid Souza Andrade, comenta que a fazenda recebe hóspedes há oito anos. Eles têm origem em muitas cidades.

A família viu a oportunidade de transformar a casa em pousada, tanto é, que os hóspedes frequentam os mesmos espaços da família.

Muitas pessoas encontraram a fazenda via site do município, ou site próprio, mas, alguns turistas chegam até lá, por meio de indicação de quem já se hospedou lá.

Na manhã de sábado (09), os 14 hóspedes acordaram às 5 horas da manhã para poder ver geada e o sincelo, porém, como a temperatura subiu, não conseguiu apreciar as paisagens congeladas, assim, aproveitaram o roteiro de vinícolas da Serra, para degustar os vinhos regionais.

 

Economia

Todo esse potencial está alterando a base econômica do município, que até então era essencialmente agrícola, com destaque para a produção de maçãs.

As pessoas da cidade já perceberam, que receber bem os turistas dá retorno financeiro. Um exemplo é o quiosque montado na praça da igreja matriz, onde mulheres qualificadas pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) oferecem quitutes típico da Serra Catarinense.

 

Morro das Antenas é atração à parte

Do alto do morro, o frio é mais intenso realmente, já que o vento é mais forte.

Além disso, o cenário é incrível. Uma viagem bate-volta foi o suficiente para Celci e Elton Carrijo ficarem com gostinho de quero mais.

O casal é de São Paulo, mas mora em Florianópolis há 10 anos, no último sábado (9), com a previsão de muito frio, saíram da capital catarinense para subir a Serra.

Com uma câmera fotográfica nas mãos, eles registraram a paisagem, e eternizaram aquele instante, mas, mesmo assim, Celci pretende voltar quando tiver novas previsões de temperaturas negativas.

Tatiana Hoffmmann, também é de Florianópolis, e, é a primeira vez que visita Urupema, o roteiro foi escolhido para comemorar o aniversário de uma amiga.

 

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais