A Flórida é um dos destinos prediletos dos brasileiros – CL+
Conecte-se a nós

Turismo

A Flórida é um dos destinos prediletos dos brasileiros

Published

on

Foto: GB Imagem

Nesta época do ano, em tempos de férias de verão, se há um lugar que se pode encontrar com brasileiros, quase que como se estivéssemos no Brasil, esse lugar é a Flórida, nos Estados Unidos!

A Flórida tornou-se conhecida como “o melhor lugar do mundo para passar as férias” e o motivo para isso é óbvio. O segredo: a Flórida é um lugar para visitantes de todas as idades e oferece inúmeras atrações diferenciadas de férias como nenhum outro lugar do mundo.

Com mais de 90 atrações inesquecíveis, jovens, adultos, famílias e mesmo idosos vão facilmente encontrar algo que esteja de acordo com seu estilo de vida.

O aspecto mais surpreendente deste lugar é que os visitantes podem experimentar a emoção das principais atrações da região como fazer um passeio de canoa em um rio afastado, observando as espécies raras da vida selvagem existente por lá.

Isso é possível porque essas atrações estão convenientemente ligadas e o clima sempre quente, com céu ensolarado e brisas subtropicais, permite que os visitantes desfrutem de tudo o que a Flórida tem a oferecer durante todo o ano. Passar as férias nessa região vai seguramente deixar lembranças por toda a vida.

Quem nunca ouviu falar de Miami, a cidade da Flórida que há décadas é invadida por brasileiros que por lá vão apenas para descansar e comprar, ou por aqueles que estão em busca de uma vida melhor. Pois bem, Miami também é um dos destinos favoritos para os brasileiros que querem conhecer a América.

A herança da Flórida é obviamente sua beleza natural, bosques de cidra e criação de gado. No entanto, com o passar do tempo, muitos empreendedores perceberam o potencial da região e começaram a adquirir milhares de hectares de terras.

Vale a pena conhecer. Planeje suas férias!

Comentários
clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Carnaval para quem quer fugir da folia

Published

on

Por

Eco Pousada Rio dos Touros, em Urupema - Foto: Divulgação

Em várias partes do país já está aberta a temporada da folia! Para celebrar, as cidades entram no clima e se enchem com o ritmo colorido do Carnaval, alegrando os foliões de todas as idades. Mesmo com a animação das serpentinas, dos confetes e dos ritmos típicos dessa época, tem muito turista fugindo da festança e querendo curtir os dias de folga de uma maneira diferente.

Para dar uma mãozinha na escolha de um destino, juntos com o Ministério do Turismo selecionamos alguns atrativos para quem quer fazer um outro roteiro:

Na paz da natureza

Para se “desligar do mundo” e descansar, nada melhor que estar em meio às paisagens naturais. E acredite: dá para curtir uma praia no Nordeste em pleno Carnaval. No litoral do Ceará está um paraíso chamado Icaraí de Amontada, (popularmente conhecida como Icaraizinho), uma praia onde o turista vai aproveita maré calma e piscinas naturais. O local é considerado rústico e por lá o sinal de celular, por exemplo, é pouco encontrado.

Mas se a “praia” do turista tranquilão for se aventurar na mata, os destinos são as chapadas: Diamantina (BA), Guimarães (MT) ou Veadeiros (GO). Cachoeiras, florestas e paredões se tornam espaços para a prática de trekking, escalada, rapel, tirolesa, rafting e acampamentos. De quebra, o viajante ainda aproveita deliciosos banhos em águas praticamente intocadas.

Chapada dos Guimarães- Foto: Embratur

Clima de romance

Destinos românticos não vão faltar para os casais que querem curtir o feriadão bem juntinhos. O interior de São Paulo e do Rio de Janeiro, além do sul do Brasil, são roteiros que vão aquecer ainda mais o coração dos pombinhos. Quem visita Campos do Jordão (SP), na época de Carnaval, vai encontrar serviços mais baratos e aproveitar uma cidade acolhedora, com direito a passeios de teleférico, cavalgadas e visitas a jardins. Na região serrana do Rio de Janeiro, os casais poderão conhecer cidades com construções históricas, clima ameno, vegetação verdinha e lindos chalés prontos para hospedagem. Petrópolis, Itaipava e Visconde de Mauá são alguns dos municípios românticos do Rio.

Petrópolis- Foto: Embratur

Sul do Brasil

Clima de lua de mel também no sul do Brasil, onde fica difícil escolher um só destino em uma região tão inspiradora quando se trata de romance. Gramado e Canela (RS) além e serem charmosas, oferecem uma gastronomia de vinhos e chocolates que podem ser apreciados em volta da lareira.

Já na Serra Catarinense, o casal vai curtir o sossego, belezas naturais endêmicas e o clima agradável de Lages, Urubici, Urupema, Bom Jardim da Serra e São Joaquim.

Rio do Rastro Eco Resort, em Bom Jardim da Serra -Foto: Booking

De prato cheio

Prepare o paladar para aproveitar um Carnaval com o prato cheio de delícias. A Serra da Canastra (MG) espera os turistas que querem conhecer seus famosos queijos. Nas fazendas da região, o viajante aprende sobre a iguaria e presencia desde a produção até o consumo do alimento. Se quiser, pode levar uns exemplares para casa.

Queijos da Serra da Canastra – Foto: Aproca

Carnaval tranquilo

Tem turista que até gosta da festa, mas não abre mão da calmaria. Poços de Caldas (MG) e Domingos Martins (ES) são destinos certos para quem tem esse perfil. Na época da folia, Poços atrai principalmente famílias e casais que buscam diversão em um ambiente tranquilo e acolhedor. Os atrativos são um verdadeiro resgate ao estilo “retrô”, com coretos e serestas.

Já em Domingos Martins, o Carnaval é celebrado com a família e tem “jeitinho de interior”, como a própria prefeitura da cidade classifica. Isso porque, por lá, o som é tradicional, com marchinhas de carnaval executadas pela Banda Campinho, que anima os festejos carnavalescos da cidade há mais de 30 anos.

Campos dos Domingos- Foto: Divulgação

 

 

Comentários
Continue Lendo

Turismo

Conheça Olinda!

Published

on

Por

Foto: GB Imagem/Divulgação

Olinda é ótima para se visitar em qualquer época do ano, mas agora no verão e às vésperas do Carnaval é melhor ainda! Este pedacinho pernambucano de gente simples e muito simpática fica a dez minutos do Recife, a capital de Pernambuco e está tombada pela Unesco, como patrimônio da Humanidade.

Roteiro obrigatório de turistas nacionais e estrangeiros, Olinda recebe diariamente centenas de visitantes, que sobem e descem suas ladeiras íngremes e percorrem suas ruas estreitas em busca da natureza exuberante e da arquitetura quatrocentista.Além de seu passado de lutas libertárias, do casario colonial e da bela paisagem, Olinda oferece ao visitante uma rede de bons restaurantes, bares e hotéis e já começa a se firmar, inclusive, como novo polo gastronômico da Região Metropolitana do Recife, atraindo tanto turistas quanto moradores das cidades circunvizinhas.

Outro aspecto importante no perfil turístico de Olinda é a vitalidade cultural que a cidade costuma mostrar. São inúmeros eventos, criando na cidade um clima de festa que dura o ano inteiro. Olinda tem uma incrível vocação para o lazer contemplativo. Seja do alto de suas colinas, ou das calçadas da orla marítima as paisagens que se descortinam fazem jus ao que cantou o poeta Carlos Pena Filho, em seu poema “Olinda”.

Não se assuste com os meninos que se oferecem para serem guias. Na verdade, eles só querem ganhar uns “trocados” ao final das explicações históricas que às vezes são feitas num linguajar tão rápido que você nem entende nada. Mas isso faz parte do passeio.

Vale uma visita aos bares noturnos da orla de Olinda. Um dos pratos mais conhecidos é coelho acompanhado de arroz e feijão verde.
A cidade também oferece ao visitante a oportunidade de conhecer obras de artistas plásticos de renome internacional, como João Câmara, Tereza Costa Rego, Guita Charifker e outros artesãos anônimos, espalhados nos 71 ateliês existentes na localidade.

Um dos cartões-postais de Olinda é seu Farol. O Farol de Olinda, como é conhecido, foi construído originalmente sobre o Fortim Montenegro e foi aceso pela primeira vez em 1872. Visível a 12 milhas, o Farol atual foi construído no Morro Serapião, sendo inaugurado em sete de setembro de 1941. Por se destacar na paisagem de Olinda, tornou-se um dos principais marcos da cidade.

Em Olinda existem mais de dezoito igrejas e nichos sagrados. Vale a pena tirar umas horinhas para explorá-las. Não deixe de conhecer o conjunto do Convento de São Francisco, também formado pela Igreja de Nossa Senhora das Neves e pela Capela de São Roque. Localizado na Ladeira de São Francisco, no Carmo, começou a ser construído em 1585, sendo incendiado pelos invasores holandeses e reconstruído no Século XVII. Por este e outros motivos, vale a pena explorar Olinda e mergulhar na história do Brasil.

Comentários
Continue Lendo

Turismo

Serra do Rio do Rastro receberá investimentos em segurança

Published

on

Última queda de barreira, ocorrida na terça-feira (09), fechou a rodovia por cerca de cinco horas -Foto: PMRv/Divulgação

Mais de R$ 4 milhões serão investidos na contenção de barreiras na Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra, de acordo com anúncio do Governo do Estado, na última semana, após a queda de uma barreira, na última terça, que deixou a rodovia interditada por cerca de 10 horas, em um trecho próximo a Lauro Müller.

Para o Prefeito de Bom Jardim da Serra, Serginho Rodrigues de Oliveira, a manutenção da rodovia é de extrema importância para o município, que tem como uma de suas principais fontes de renda, o turismo, e a chegada da maioria dos visitantes se dá, principalmente, pela Serra do Rio do Rastro.

Ele acrescenta que em dias em que são registradas quedas de barreira, como na última terça-feira (9), a cidade fica vazia e o reflexo se dá no comércio. “Não há circulação de pessoas por restaurantes, hotéis e ruas. Isso é um grande prejuízo para o município”, ressalta.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso, apresentou, na última quarta-feira (10), as soluções para a rodovia, baseadas em estudos feitos pelo órgão e pelo Deinfra. Isto resultou na elaboração de cinco projetos e a previsão é que será necessário investir cerca de R$ 4.,8 milhões na contenção das encostas, conservação e restauração do pavimento da rodovia

O primeiro projeto está orçado em cerca de R$ 800 mil e prevê a recuperação do pavimento da SC-390. Outro projeto, também com aplicação de cerca de R$ 800 mil, é destinado à conservação da rodovia. A secretaria lançou licitação de obra e ainda no primeiro semestre deve ser emitida a ordem de serviço. O maior volume de investimento é previsto para três projetos de contenção, nos quilômetros 407, 410 e 416. A previsão é que sejam necessários cerca de R$ 3.250 milhões para executar esses serviços planejados.

Nos KMs 407 + 800, há também projeto desenvolvido, com custo aproximado de R$ 2 milhões, que contempla a implantação de tela de aço galvanizado de alta resistência, fixada com tirantes protegidos com injeção de nata de cimento. Execução de concreto projetado, drenos sub-horizontais, sarjeta triangular de concreto, limpeza de meio fio e das caixas coletoras.

Outra ação de contenção está projetada nos KMs 410 + 930 e também KM 416 + 100, com custo de R$ 1,250 milhão. Esta parte do projeto contemplará a execução de muros de gabião, colchão Reno com malha de PVC, drenos longitudinais no pavimento, bio-manta, sarjetas triangulares de concreto e descidas de água, além da limpeza de sarjetas e caixas coletoras.

Comentários
Continue Lendo

Turismo

Site destaca Urupema como a cidade mais fria do Brasil

Published

on

Por

Foto: Prefeitura de Urupema/Divulgação

É a terceira vez em 40 anos que camadas de neve cobrem um trecho do deserto do Saara, na Argélia, e a situação já causou curiosidade e estranhamento. Aqui no Brasil, País com extensões continentais e regiões de realidades tão distintas, falar em neve também causa surpresa. Em Urupema, Santa Catarina, o inverno rigoroso traz registros de geadas, neve e congelamento do orvalho, destaca o site Portal Brasil

O antigo povoado de Santana fica a uma altitude de 1.450 metros acima do nível do mar e tem temperatura média anual de 13°C. No inverno, a temperatura pode cair e chegar até a -7º C. “A neve acontece na transição entre massa de ar frio, polar e o encontro com a umidade. Na região, é pelo menos duas vezes por ano, normalmente em julho e agosto”, explica o meteorologista Clóvis Correa, do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram).

O especialista conta ainda que os interessados em saber quando os fenômenos gelados irão ocorrer podem acessar o portal do Ciram. “A gente sempre avisa com antecedência, faz a previsão para quem quer visitar”, finaliza.

Fonte: Portal Brasil

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©