Conecte-se a nós

Notícias

Trecho da Avenida das Torres será asfaltado

Published

em

Dentro de 20 dias, a Prefeitura de Lages deve concluir a obra de acesso ao novo prédio do Sest-Senat, às margens da BR-282. O trecho faz parte da Avenida das Torres e receberá a pavimentação devido ao fluxo de veículos que aumentará na região, que não tem asfalto e é de chão batido.

Segundo o secretário de Infraestrutura de Lages, Claiton Bortoluzzi, o trecho a ser asfaltado é de cerca de 150 metros e será feito pela equipe do município. A partir do momento em que melhorar o tempo, devem começar a obra, com previsão de finalização de 15 dias. Atualmente, a situação é de bastante lama, principalmente por causa da chuva. Além disso, há buracos na via que faz ligação com a Rua Bruno Luersen, nos bairros Vila Mariza e Jardim Panorâmico.

Toda a avenida

O asfaltamento de todo o trecho é uma promessa antiga para os moradores da região. A ligação da rodovia com a Rua Bruno Luersen foi aberta há mais de 15 anos. Bortoluzzi explica que o projeto de pavimentação do trecho está sendo elaborado no pacote feito pela empresa Greide Engenharia Ltda, de Indaial (SC), que foi vencedora de licitação para a elaboração de projeto executivo de implantação e/ou restauração de ruas e avenidas no município de Lages, compreendendo anteprojeto e projeto-executivo.

A previsão é que o projeto fique pronto em novembro e não há como definir quando a obra iniciará, porque, para isso, é necessária a captação de recursos.
Em 2014, a Prefeitura havia apresentado um projeto que previa a implantação de uma moderna avenida, com cerca de sete quilômetros de extensão, acompanhando as torres de alta tensão, seguindo o exemplo de cidades como Curitiba e Porto Alegre. Isso desafogaria o trânsito em outras avenidas.

Após o projeto ser apresentado, em entrevista ao Correio Lageano, o secretário de Planejamento da época, Jorge Raineski, explicou que o município não tem recursos para arcar com as despesas da obra completa, partindo da premissa que, em média, cada quilômetro de asfaltamento custa R$ 1 milhão. Por isso, foi optado pela construção de 600 metros de asfalto, no trecho que liga o Bairro Guarujá à BR-282, ao lado do shopping. Agora, a reforma do local de acesso ao Sest-Senat foi definido ao aumento do fluxo de veículos com a instalação da nova sede da instituição.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: