Conecte-se a nós

Negócios

Trabalhadores na colheita da maçã devem fazer cadastro

Published

em

Safra 2017/2018 pode ter menor volume - Foto: Divulgação

Com a aproximação da colheita da maçã em São Joaquim, os produtores e trabalhadores na área da fruticultura já podem se cadastrar na Safra Cidadã. Conforme o presidente da Associação dos Produtores de Maçã e Pêra de Santa Catarina (Amap), Rogério Pereira, a ficha para o cadastro pode ser preenchida na Amap ou em outros sindicatos rurais da Serra Catarinense.

O objetivo do cadastramento é conhecer os trabalhadores que atuam na safra da maçã, como por exemplo, de onde vem, como chegam ao município e através de quem. Atualmente, São Joaquim não possui dados com o número de pessoas que estão trabalhando na safra. Portanto, é necessário fazer um banco de dados, com números precisos, para que o município esteja preparado para os serviços nas áreas da saúde, educação e social, além de auxiliar o trabalho da segurança pública.

O promotor de justiça Gilberto Assink explica que a intenção do cadastramento não é limitar aqueles que querem trabalhar. “O que se busca é a organização e a identificação dos trabalhadores, evitando que maus elementos, muitas vezes mal intencionados, com mandado de prisão em aberto, se infiltrem nos pomares para cometer delitos. Mas de nada adianta falarmos, se não agirmos. Por isso, pedimos que multipliquem estas informações para que os fruticultores exijam dos seus trabalhadores o cadastramento”, afirmou o promotor.

A assistente social do município, Lusiane Zandonadi, explica que os trabalhadores devem comparecer à Amap para fazer o cadastramento. “Também é possível os produtores retirarem as fichas na Amap e levarem para preencher em sua propriedade, com os funcionários que já são seus colaboradores. É muito importante preencher os dados corretamente”, afirmou.

Cadastramento Safra Cidadã

surgiu após as reuniões do Programa Crescendo Juntos, do Governo do Estado, que apontou a necessidade de organização na identificação dos trabalhadores temporários na área da fruticultura. O cadastramento é uma ação realizada pela Associação dos Produtores de Maçã de Santa Catarina – Amap, com o apoio da Agência de Desenvolvimento Regional ADR São Joaquim, Prefeitura, Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil e Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Onde fazer

A Amap está localizada na Rua Lauro Muller, nº 67, próximo à Prefeitura de São Joaquim. O horário de atendimento é das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

Safra 2017/2018 pode ter menor volume

A colheita da maçã que deve começar nos próximos dias, na Serra Catarinense, especialmente em São Joaquim, pode apresentar queda na produção da safra 2017/2018. De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Maçã e Pêra de Santa Catarina (Amap), Rogério Pereira, análises de campo indicam que a redução do volume pode ser de 20% a 30% em relação à safra anterior.

A produção da safra anterior, em São Joaquim, provocou problemas com armazenamento atrasando a colheita. Pereira enfatiza que a demasiada safra do ano passado frustrou muitos produtores que tiveram um grande aumento de frutos e trabalho e sofreram com uma drástica redução do valor da maçã, além disso, a safra para 2018 apresentou grande alternância nos pomares fazendo com que as macieiras produzissem menos frutos. Porém, a qualidade se manteve e seja, talvez, superior à de muitos anos. “Esperamos, agora, é uma melhora significativa dos preços da maçã devido à essa redução da safra, e melhor qualidade das frutas. A quebra de safra de outras culturas pode colaborar para o aumento de preços da maçã neste ano, e excelente qualidade da fruta”, conclui.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: