Conecte-se a nós

Esportes

Torcedores abraçaram as Leoas, após conquista histórica

Published

em

Fotos: Adecir Morais

Lages viveu, na terça-feira (16), um dia histórico. As Leoas da Serra, protagonistas deste momento, foram abraçadas pelos torcedores lageanos, após conquista do título da Taça Libertadores da América de Futsal Feminino, no último fim de semana, em Assunção, no Paraguai. O título encheu de orgulho a torcida, que recepcionou o time com muita euforia.

As campeãs desfilaram em carro aberto do Corpo de Bombeiros. A carreata partiu da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), passou por várias avenidas e ruas da cidade e terminou em frente à Catedral Diocesana, no Centro. Por onde passaram, receberam o carinho do torcedor, alguns aproveitavam para fazer vídeos e fotos. Foi mais de uma hora de festa.

“É campeão, é campeão”, era o grito que ecoava pelas vias por onde a carreata passava. Com o pisca-alerta dos carros ligado, motoristas acompanharam o ato e uniram-se à comemoração ao som de muita buzina. A Polícia Militar e os agentes de trânsito prestaram serviço ao evento, orientando o trânsito.

No comércio, alguns torcedores saíam à porta e acenavam para as atletas, que carregavam o troféu. Outros paravam na calçada e faziam vídeos e fotos. Era possível perceber a alegria e satisfação no rosto das campeãs, que faturaram o título da Libertadores de forma invicta.

No Centro da cidade, “as donas” da América passaram no Parque Jonas Ramos (Tanque). Após, seguiram para a Praça da Catedral, onde foram recebidas por torcedores, pelo prefeito Antonio Ceron e demais autoridades municipais. Atenciosas, as jogadoras posaram para fotos ao lado de torcedores, alguns fãs pediram para segurar a taça conquistada.

A ala Amandinha, atual melhor jogadora de futsal do mundo, foi a mais requisitada. “É maravilhoso e a sensação é indescritível. Lages é um lugar especial, que  abraçou o futsal feminino. Estamos muito felizes com tudo o que está acontecendo”, disse a jogadora.

Na visão de Tiga, a pivô do time, a conquista representa o empoderamento feminino, mostra que as mulheres têm garra e capacidade. “O título é histórico para a cidade, levamos o nome de Lages para fora. É uma sensação de felicidade total, de dever cumprido e honra”, afirma.

Recepção teve tietagem da torcida

A auxiliar de serviços gerais, Zenilda da Silva, de 49 anos, que trabalha no Centro da cidade, fez questão de dar uma pausa no “trampo” para ver de perto as campeãs. “O título que elas conquistaram foi um presente para Lages, para Santa Catarina e para o Brasil. Elas nos deram muita alegria. Estou muito feliz”, disse.

Quem também fez questão de ficar perto das estrelas  do futsal lageano foi a auxiliar de cozinha Eliza Fernandes. Moradora no Bairro Bela Vista, ela não pensou duas vezes em ir até a Praça da Catedral para ficar perto das campeãs. “Vim ver a Amandinha e tirar uma foto ao lado dela,” revelou.

Já para o contador José Carlos de Mello, de 62 anos, que trabalha em um escritório na Praça do Parque Jonas Ramos, o título vem coroar a trajetória de sucesso da equipe. “A conquista é merecida. As Leoas vêm fazendo um bom trabalho desde o ano passado. Estou imensamente feliz”, comentou.

O colega de trabalho dele, Leandro da Silva, de 22 anos, também comentou sobre o momento histórico da equipe e lembrou que, mesmo com dificuldade financeira, as meninas conquistaram a América.

“É emocionante. Elas representaram nossa cidade com muita garra e humildade”, disse, lembrando que a equipe não recebe o apoio que merecia e chega até a fazer rifa para levantar recursos para a manutenção do projeto.

Título premia trajetória de sucesso

O título de campeãs do Futsal Feminino, na Taça Libertadores da América vem coroar uma trajetória de sucesso da equipe. A Associação Leoas da Serra foi fundada em fevereiro de 2015, com o intuito de unir esporte feminino de alto rendimento e a inclusão social. Primeiramente, atuava dentro do Inter de Lages, com o Inter de Lages Futsal Feminino, nos anos de 2013 e 2014. Após, as Leoas adotaram o futsal como a primeira modalidade.

No primeiro ano de funcionamento, a escolinha gratuita, chamada de Escola de Leoas, passou de 100 meninas frequentando as aulas. Já nas quadras, o destaque foi nos Joguinhos Abertos, com o quarto lugar, e nos Jogos Abertos, com a medalha de prata.

Foi também em 2015 que uma Leoa foi convocada pela primeira vez para a Seleção Brasileira: Maria Jhúlia, a Majhú, integrou a equipe sub 17 de futebol de campo, no torneio internacional de São Paulo.

Os dois anos seguintes foram marcados pelo crescimento dos trabalhos da associação até o ponto de se tornar referência nacional. Mais de 400 meninas passaram a frequentar as escolinhas e, em 2016, veio o primeiro título à equipe: Campeã Catarinense Sub 20 de Futsal Feminino.

Em 2017, os títulos se acumularam: Campeã da Copa do Brasil, dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e da Taça Brasil Sub 20. E em 2018, além da Libertadores, o time lageano já conquistou a Copa Sul Brasileira, a Supercopa de Futsal, os Jogos Universitários Catarinenses (Jucs) e os Jasc.

Caminho para o título da Libertadores

Primeira fase

Leoas 14 x 1 Aquiles Nazoa (Venezuela)

Leoas 7 x 0 Atlantes (Bolívia)

Leoas 13 x 0 Palestino (Chile)

Leoas 3 x 1 Lyon (Colômbia)

Semifinal

Leoas 8 x 1 San Lorenzo (Argentina)

Final

Leoas 4 x 0 Sport Colonial

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: