Conecte-se a nós

Notícias

Santa Catarina apresenta redução do número de homicídios

Published

em

Foto: Pelotas 13 horas/ Divulgação

Santa Catarina apresentou, neste primeiro trimestre, redução de 19,5% no número de homicídios, comparado ao mesmo período do ano passado. Neste ano, foram 227, contra 282 em 2017.

As reduções mais significativas de homicídios foram em Florianópolis 33 (50 em 2017); Joinville, 25 (38); Chapecó, 6 (11); e Blumenau 11 (15 em 2017). Em 75,4% dos casos, os autores dos homicídios tinham passagem policial e, entre as vítimas, 69,2% tinham passagem policial. Dos 295 municípios catarinenses, em 74,9% não houve homicídios.

O número de latrocínios (roubo seguido de morte) também recuou 21,4%. Foram 11 neste ano e 14 no ano passado. A quantidade de roubos também caiu 34,8% (5.059 em 2017 e 3.297 em 2018). Já o roubo de cargas baixou 58,7%.

Nos primeiros três meses deste ano foram registrados 31 ocorrências deste tipo de crime, ante 75 em igual período do ano passado. Também houve queda de roubos e furtos e bancos: 41,8%, sendo 46 em 2018 e 79 no ano passado.

Para o secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, o resultado positivo decorre de uma série de ações efetivas com base numa análise minuciosa do cenário da criminalidade em SC. “Isso gerou uma estratégia de prevenção e repressão em curto, médio e longo prazo”, comenta.

Ainda segundo ele, os resultados são frutos do trabalho integrado das polícias civil e militar, às prisões das lideranças criminosas que atuam no Estado, bem como aos programas preventivos desenvolvidos, como ações de Consegs; Proerd e de reorganização de áreas sociais.

Lages registra apenas um homicídio

Em Lages, foi registrado apenas um homicídio e um latrocínio durante nos três primeiros meses deste ano. O único assassinato ocorreu no dia 18 de fevereiro, no Bairro Guadalajara. A vítima, Reginaldo da Silva Ribeiro, foi morta a facadas.

O suspeito do crime, Carlos da Silva Souza, foi preso 15 dias depois. Já o latrocínio foi registrado no dia 9 de março. A vítima, José Tadeu Laurentino, de 60 anos, foi morta por espancamento. O autor do crime, Gustavo Henrique de Jesus Seta da Silva, 21, está preso.

De acordo com o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Lages, Sérgio Roberto de Sousa, o saldo positivo em Lages é fruto de ações contra integrantes de organizações criminosas (Primeiro Grupo da Capital – PGC e Primeiro Comando da Capital – PCC) desencadeadas no ano passado, quando “conseguimos prender mais de 20 criminosos”, diz o delegado.

Em termos de comparação, no ano passado, conforme a DIC, foram registrados seis homicídios em Lages. Ou seja, caso se mantenha o atual cenário, haverá uma redução do número este ano.

Compartilhe

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais