Conecte-se a nós

Negócios

Saia às compras preparado para bater perna

Published

em

Foto: Susana Küster

Depois de o comércio se preparar para as vendas de Natal e fim de ano, chegou a hora de vender cadernos, estojos, mochilas, canetas e tantos outros materiais utilizados pelos estudantes durante as aulas. E não é difícil encontrar objetos de uso escolar, pois além das papelarias, eles são vendidos em lojas de R$ 1,99, de calçados e roupas e até em supermercados.

Porém, em alguns lugares não é possível encontrar tudo o que está na lista enviada pela escola, além disso, há diferença de preço de um estabelecimento para outro. Por isso, muitas pessoas percorrem o comércio em busca dos melhores valores. A ideia de bater perna e levar uma lista precisa do que é necessário comprar é uma das dicas para economizar, indicada pelo doutor em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro, Reinaldo Domingos.

A auxiliar de serviços gerais, Rosimeri Moraes da Silva, 48 anos e sua filha, Tainá da Silva Maciel, 11 anos, seguem a dica de buscar o melhor preço. “Eu dou uma pesquisada boa antes de comprar, mas a maior parte do material encontro em um lugar só, não tem muita diferença de valor”, afirma.

Todo ano, ela analisa os materiais da filha para saber o que é possível reutilizar. “Mochila, por exemplo, dura uns quatro anos”. Tainá diz que sempre opta pelo mais bonito, mas segundo a mãe, colabora para economizar. Quando encerra a pesquisa, Rosimeri passa tudo no cartão de crédito e parcela, por isso opta em comprar grande parte dos materiais em um lugar. “Sei que devemos ter dinheiro guardado, mas hoje em dia, quem consegue fazer isso?”.

>Planejamento_ Para vender os materiais por preços mais atraentes, o proprietário do Hiper R$ 1,99, Márcio Ortiz, conta que em junho começa a comprar os produtos e vai acumulando. A ideia é vender para os clientes com preço do ano anterior.

Por conta do fluxo de pessoas em busca de material escolar, o movimento da sua loja aumenta cerca de 50% nos meses de janeiro e fevereiro. “Até o fim dessa semana, teremos tudo o que se precisa nesta área, mesmo assim, o movimento já aumentou, porém deve ser mais forte no mês que vem.” Para facilitar as compras, Domingos parcela tudo em cinco vezes sem juros no cartão. Como ocorre na grande parte do comércio, eles não vendem no crediário.

Dicas para economizar

Para quem tem filhos, um dos maiores gastos no início do ano é com a compra do material escolar. Mas, devido à falta de educação financeira, as despesas se acumulam e as famílias se perdem em meio a tantas contas para pagar, muitas vezes, ultrapassando o limite de seu orçamento financeiro.

>> Valorizar dinheiro_ A maior dúvida é como economizar sem ter que abrir mão de obter os itens que as crianças necessitam. Para começar, sempre recomendo que pensem o quanto precisam trabalhar para conseguir o seu salário. A partir daí, fica fácil valorizar esse dinheiro, aprendendo a pesquisar preço e, principalmente, a negociar os valores das compras.

>>Planejamento_ Então, o primeiro passo é realizar um diagnóstico da vida financeira da família, para saber exatamente quais são os ganhos e gastos mensais e quanto poderá dispor para a aquisição do material escolar. É fundamental ir às compras com antecedência para não precisar ser obrigado a pagar mais caro de última hora.

>>Descontos_ Procure conversar com outros pais e tentar fazer a compra em conjunto, pois, assim, a probabilidade de conseguir preços menores aumenta.

>>Reutilize_ Junte o material escolar do ano anterior e veja a possibilidade de reutilizá-los. É possível ainda reaproveitar livros didáticos do filho mais velho para o mais novo, se for o caso. Se não der, faça uma boa ação e doe o material para crianças ou jovens de famílias que não possuem condições de comprá-los.

>>Organização_ Faça uma lista do que se precisa comprar, para não se perder e acabar rendendo-se aos impulsos consumistas, deixando de economizar.

>>Ser realista_ Converse com os filhos antes de sair às compras, explicando a situação em que a família se encontra e quanto poderão gastar com os materiais. Caso contrário, será muito fácil ceder aos desejos deles e, com isso, gastar mais do que o planejado.

>>Comunicação_ Quando estiver na loja, seja sincero e explique ao vendedor de forma clara o que você precisa, buscando sempre a melhor opção de pagamento. Sempre pergunte quanto aquele produto custa à vista? Isso proporcionará bons descontos. Se tiver que pagar a prazo, veja se as parcelas caberão no orçamento mensal.

>>Aprendizado_ Comprar materiais escolares requer cuidados, mas o investimento vale à pena, pois é o que dará a base necessária para os estudos. Preocupar-se em economizar sem deixar de proporcionar o que a família precisa faz parte do processo de educação financeira. Passe esses ensinamentos aos pequenos, pois, se aprenderem agora, se tornarão adultos mais conscientes e saudáveis financeiramente.

Fonte: Doutor em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro, Reinaldo Domingos.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: