Conecte-se a nós

Turismo

Rio do Rastro é o segundo cartão postal mais lembrado

Published

em

Foto: Suzani Rovaris

A Serra do Rio do Rastro, entre Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, foi eleita o segundo cartão postal mais lembrado pelos catarinenses. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Mapa e mil pessoas foram ouvidas nos 30 municípios mais populosos de Santa Catarina. Em primeiro lugar, ficou a Ponte Hercílio Luz, que liga a ilha de Florianópolis ao continente. O que a pesquisa não mostra são os problemas enfrentados por esses pontos turísticos.

Na pesquisa, a ponte foi eleita com 34,5% dos votos. A Serra teve 7,4% dos votos, seguida das praias de Florianópolis que ficaram com 7%. Respeitadas as particularidades, cada ponto turístico lembrado por quem participou da pesquisa possui problemas relevantes, que se não sanados podem até interferir na imagem desses locais que, fatalmente, deixariam de ser cartões postais.

Apesar de belas, as praias de Florianópolis enfrentam dois dramas. Um deles é o esgoto despejado sem tratamento, que torna a água imprópria para o banho e causa um sério problema ambiental. Na última temporada, um hotel chegou a ser interditado até que tratasse seu esgoto. A outra questão que envolve as praias é a redução da faixa de areia. A recuperação é cara e exige licenças ambientais, já que exige a dragagem de areia do mar para recompor a orla.

Tombada como patrimônio histórico, artístico e arquitetônico em agosto de 1992, a Ponte Hercílio Luz não vive bons dias. Inaugurada em maio de 1926, está fechada há anos e o processo de recuperação já consumiu cerca de R$ 1 bilhão, valor considerado absurdo e que foi apurado pela CPI que tramita na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. O Governo do Estado estabeleceu o mês de novembro como prazo máximo para reinaugurá-la e as obras seguem.

Já a Serra do Rio do Rastro, um dos principais acessos do Litoral para a Serra Catarinense também apresenta problemas estruturais. Iluminação e pavimento precisam de reparos, mas é o risco de desabamentos que mais preocupa e até já determinou o fechamento temporário da rodovia. Nos últimos anos, foram diversas ocorrências e em uma delas um carro ficou totalmente destruído. Felizmente, os ocupantes não se feriram.

A Defesa Civil levantou os pontos mais críticos e desde outubro de 2018 cerca de R$ 20 milhões foram liberados para as obras de contenção, que somente agora serão licitadas. Fato é que a Serra do Rio do Rastro é considerada uma das estradas mais belas do mundo. São doze quilômetros de extensão com inúmeras curvas que a serpenteiam, ligando o mar ao ponto mais alto do Estado.

Citada em várias revistas e publicações, já foi palco de competições de ciclismo e até apresentação de drift. “Um cenário espetacular do começo ao fim.” Essa foi a definição que o Jornal The Guardian escolheu para a Serra, que virou notícia também no Reino Unido. O jornal colocou a Rio do Rastro entre as dez rodovias no mundo com vistas deslumbrantes e estradas sinuosas.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook