Conecte-se a nós

Notícias

Representante dos caminhoneiros afirma que não há mais paralisação em Lages

Published

em

Foto: Divulgação

O Ministério Extraordinário da Segurança Pública diz que não há mais pontos de concentração de caminhoneiros em rodovias federais.

As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que monitora a situação das estradas no país e os pontos de bloqueio e manifestações de caminhoneiros.

Em Lages, na manhã desta sexta-feira (1º), segundo o diretor regional da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística, Jorge Flores de Oliveira, não há mais aglomeração de pessoas ou veículos perto de Posto Ampessan. “Todos pegaram a estrada”.

Segundo ele, o pacote de medidas anunciado pelo governo para atender às reivindicações dos caminhoneiros resolveu em parte o problema da categoria. “Pois, agora a preocupação é devido ao tempo da redução do diesel que foi fixada em 60 dias, e que se estenderá por mais 30 dias, que após isso corre o risco de ter aumentos abusivos.” disse.

As Medidas Provisorias propõem: a redução de R$ 0,46 no litro do diesel na bomba e congelamento por 60 dias – depois disso os reajustes serão mensais e não mais diários; uma medida provisória para isentar a cobrança do eixo suspenso nos pedágios de caminhões vazios, em rodovias federais, estaduais e municipais; outra MP garante aos caminhoneiros autônomos 30% do frete da Conab; e uma terceira estabelece uma tabela mínima para o frete.

Outra paralisação

Quanto aos rumores disseminados no WhatsApp que os caminhoneiros vão parar novamente a partir de domingo (4) em todo o país, Jorge esclarece que não há possibilidades de outra paralisação.

Pelo menos por enquanto. “A não ser que o Governo Federal não cumpra o acordo.” Ele, disse ainda para a população não se deve apavorar e fazer filas em estabelecimentos “A população deve seguir a vida tranquilamente”.

 

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: