Notícias

Relógios devem ser atrasados em uma hora neste sábado

Published

em

Foto: Divulgação

À meia-noite deste sábado (16), os relógios devem ser atrasados em uma hora para quem estiver nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Isso porque o horário brasileiro de verão que atinge essas cidades acaba neste dia. O sábado, portanto, terá uma hora a mais.

É bom ficar atento aos telefones celulares, geralmente, as operadoras de telefonia realizam a alteração automaticamente, mas, às vezes, isso pode não acontecer.

O horário de verão sempre começa no terceiro final de semana de outubro e é encerrado no terceiro final de semana de fevereiro. Porém, este ano, começou no dia 4 de novembro, por conta de um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para não correr o risco de atrapalhar as eleições.

Pode ser a última vez que o brasileiro tenha que alterar o horário para mais tarde ou mais cedo. Isso porque o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode decretar seu fim. Em 2017, aconteceu uma discussão sobre mantê-lo ou não, pois, na época, um estudo do Ministério de Minas e Energia levantou que a mudança não resulta mais em economia de energia. A alteração da hora seria mais uma “questão cultural”.

O assunto divide opiniões, muitos gostam do horário porque escurece mais tarde e é possível fazer, por mais tempo, atividades ao ar livre. Outros preferem que escureça mais cedo.

Histórico

O horário de verão foi criado em 1931 e é adotado sem parar desde 1985. No mundo, o primeiro país a adotar a medida foi a Alemanha, em 1916. A intenção dos alemães, envolvidos na Primeira Guerra Mundial, era economizar energia, devido à escassez das fontes de produção. Hoje o horário de verão é praticado no Canadá, Austrália, Israel, México, Nova Zelândia, Chile, Paraguai e Uruguai.

 

clique para comentar

Deixe uma resposta