Conecte-se a nós

Notícias

Rede Rural de Segurança realiza inspeções no interior de Lages

Published

em

O caseiro Casemiro Fraga recebe as orientações da PM, durante visita na propriedade - Foto: Patrícia Vieira

Manter a segurança na área rural também é uma das prioridades do 6º Batalhão de Polícia Militar de Lages. Por isso, a corporação está levando para o campo, o programa inédito em Santa Catarina, a Rede Rural de Segurança. O lançamento ocorreu em novembro, em Lages, quando a Patrulha Rural passou a se chamar Rede Rural de Segurança.

O projeto desenvolvido numa parceria entre a Polícia Militar e Polícia Militar Ambiental é baseado na Rede de Vizinhos, e tem como objetivo mobilizar os moradores da área rural para, em conjunto com a PM, viabilizar ações de prevenção e repressão ao crime, principalmente, o furto de gado, que é um dos maiores problemas enfrentados pelos moradores do interior.

“Nosso objetivo é potencializar a visibilidade da presença policial e impactar na sensação de segurança nas localidades do interior”, explica o tenente Eduardo Nunes, responsável pelo programa na Serra Catarinense.

A Rede Rural de Segurança iniciou a consultoria nas propriedades do interior de Lages. As 35 localidades foram divididas em oito áreas, nas quais a PM atua com visitas preventivas e analisa a vulnerabilidade das propriedades. Nos últimos 30 dias, foram realizadas cerca 25 visitas.

Ontem, a guarnição composta pelo tenente Eduardo Nunes, o sargento Canônica e o soldado Adriano Varela, esteve na Localidade Cajuru, na Coxilha Rica. Onde foram inspecionadas duas fazendas. A certificação será outorgada com base no cadastro.

Após preencher os requisitos do cadastro de propriedade rural, o produtor ou empresa rural receberá certificação e poderá fixar placa indicando que a mesma é segura e faz parte do monitoramento da Rede Rural de Segurança.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Campo Seguro

Com o intuito de levar mais segurança ao campo, além da Rede Rural de Segurança, o tenente Eduardo Nunes reforça que outras ações estão sendo desenvolvidas. A operação Campo Seguro ocorrerá quinzenalmente, com barreiras policiais e intensificação do policiamento durante o dia e a noite.

Na última quarta-feira, a Polícia Militar Ambiental e a Rondas Ostensivas, com Apoio de Motos (ROCAM) da Polícia Militar, estiveram nas localidades Pedras Brancas, Mirante, Tributo e Guará.

Insegurança em Painel

Recentemente, familiares de vítimas procuraram o Correio Legeano e descreverem as cenas de terror que a avó, de 86 anos, e o tio passaram diante de criminosos, na Localidade de Casa de Pedra, em Painel.

Na ocasião, a comunidade pedia por mais segurança na região. O tenente Eduardo Nunes explica que com a implantação do novo programa e de operações que são realizadas na região vai contribuir com a redução da criminalidade na região.

Furtos de gado

O delegado da Polícia Civil de Campo Belo do Sul, Rafhael Bellinati, comenta que desde a identificação de quatro suspeitos de roubo de gado, a prática desse tipo de crime reduziu na região. Ele conta, ainda, que parte do gado foi recuperado.

Na época, 48 cabeças de gado e uma égua foram levados de caminhão de uma fazenda na região da Coxilha Rica, em Capão Alto. “A quadrilha foi detida em ação conjunta das polícias de Campo Belo do Sul, Anita Garibaldi, e das comarcas gaúchas de Tapejara e Ciríaco ”, explica Bellinati.

Segundo o delegado, não se descarta a participação de outros envolvidos no delito, nem a prática de outros furtos pela mesma quadrilha. O caso ainda está sendo investigado.

Dicas de segurança em áreas rurais

Bens

  • Não guardar dinheiro em espécie na propriedade;
  • Se não residir no local, não deixar pequenos objetos de valor, como joias, computadores, etc;
  • Se trabalha com insumos, estoque só o necessário para uso a curto prazo;
  • Mantenha maquinário agrícola em galpões/barracões ou preso com correntes e cadeados.

Animais

  • Manter atualizado o número de cabeças de gado;
  • Realizar a marcação. Assim contribui com a identificação perante terceiros;
  • Carregador de gado sempre próximo da sede;
  • Tenha cães para auxiliar na segurança.

Sede e Estrutura

  • Iluminação das áreas no entorno auxilia na prevenção de delitos;
  • Locais devem ser fechados com portas, fechaduras, além de travas e cadeados;
  • Os galpões ou estruturas usados como depósito devem ficar visíveis à casa.

Dispositivo de segurança

  • Podem ser instaladas câmeras que repliquem imagens no celular (onde houver acesso à internet);
  • Dispositivos sonoros, como sensores de presença nos galpões ou onde abrigar produtos ou objetos de valor.

Segurança solidária

  • Na qual todos cuidam e se preocupam com a área de todos. Maior chance de identificar estranhos;
  • Contato telefônico dos vizinhos;
  • Se tiver sinal de internet, pode-se criar grupos incluindo residentes e proprietários;
  • Participe de conselho de segurança se tiver na região;
  • Reúna seus vizinhos e procure a Polícia Militar de seu município para solicitar informações de segurança.
Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: