Conecte-se a nós

Notícias

Recanto do Pinhão encerra atividades com público animado

Published

em

Lageanos e turistas curtiram o último dia de programação do Recanto do Pinhão Foto: Marcelo Pakinha/Divulgação

Um domingo de sol, com aquele friozinho serrano, foi o cenário perfeito para as famílias aproveitarem o último dia de programação do Recanto do Pinhão Aracy Paim, que encerrou suas atividades neste 3 de junho, e já vai deixando saudades. Desde a manhã, subiram ao palco artistas locais e regionais, como Higor Muniz e Banda, Lucas Soares, Maciel Oliveira, Gabriel Araújo, João Amorim e Grupo e Boteco do Laurindo.

O lageano Misael Alves da Rocha ainda não tinha prestigiado a festa, e não deixou de aproveitar o último dia no Recanto. “Passei por aqui e vi que estava tão animado, que resolvi parar para pegar um cachorro quente e ajudar as entidades que participam do Recanto”, diz.

Já a família Catelhani, com o pai Vinícius, a mãe Katieli e o filho Carlos, dez anos, vieram do Paraná, da cidade de Goioerê, e estão em Lages há dez dias. Este é o terceiro ano que eles vêm pra Festa do Pinhão, mas, desta vez, não foram para o Parque de Exposições curtir as atrações nacionais. Preferiram prestigiar as tardes no Recanto. “Aqui é sempre muito animado, temos comida típica e a receptividade do lageano. Gostamos muito”, comenta Vinícius.

Entidades satisfeitas com o movimento                              

Durante duas semanas o calçadão da praça João Costa se transformou em festa. Lageanos e turistas circulavam pelos espaços montados e consumiam produtos da terra. As entidades que montaram seus estandes, comercializando comidas e bebidas típicas, como entrevero e paçoca de pinhão, o ponche e o quentão, estão satisfeitas com o movimento e o resultado do trabalho beneficente e voluntário.

No estande do grupo Bom Samaritano, aproximadamente 15 pessoas se desdobravam na cozinha para preparar os itens oferecidos, sempre atendendo aos visitantes com um sorriso no rosto. Esta foi a primeira participação no Recanto do Pinhão e, com os resultados positivos, prometem voltar no ano que vem. “Ficamos muito contentes com o que fizemos e vimos aqui. Nossa participação foi muito proveitosa, as vendas foram boas e o trabalho gratificante”, diz o vice-presidente, Nilson Buogo.

Ele conta que, apesar da preocupação devido à greve dos caminhoneiros, o balanço foi satisfatório, com grande movimento de turistas, principalmente do litoral, no último final de semana da festa.

O Bom Samaritano foi reativado há nove anos e ajuda famílias carentes distribuindo cestas básicas e itens confeccionados em uma mini fábrica de costura, como cobertas, enxoval para crianças e roupas. O dinheiro arrecadado durante o Recanto já tem destino certo. “Vai nos ajudar muito. Pretendemos construir nossa sede própria, pois já temos uma concessão de uso de um terreno no bairro Popular e só nos faltava a verba para construir. Também iremos reativar nossa padaria beneficente, ajudando muitas famílias em necessidade”, conta.

No estande da Casa de Apoio a Pessoas com Câncer Maria Tereza, um dos únicos a oferecer o entrevero de pinhão, as pessoas faziam fila para experimentar a iguaria. O prato, juntamente com o ponche, bebida típica da Serra, chamou a atenção dos turistas. Este é o quinto ano que a Casa participa das festividades do Recanto e também se mostraram satisfeitos com o resultado. “As vendas foram muito boas e vai nos ajudar muito. Atendemos cerca de 90 pessoas com câncer, com diversos projetos. O principal deles é o Centro Dia, uma casa de acolhimento a pacientes que moram fora e precisam fazer tratamento de quimioterapia ou radioterapia na cidade”, conta a Assistente Social da Casa de Apoio, Andreia Freitas.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: