Conecte-se a nós

Negócios

Queda de corridas em táxis poderá ser ainda maior com Uber em Lages

Published

em

Foto: Susana Küster

A crise econômica fez, ao longo do anos, as corridas de táxi caírem, em média, 30%, em Lages. Hoje são 114 taxistas na cidade, mas 90 dariam conta de atender às chamadas. Do total, apenas 50 trabalham de noite e somente atendem se receberam ligação. Não ficam no ponto, por questão de segurança.

A situação não está boa e pode piorar, por conta do aplicativo Uber, que começou a funcionar na sexta-feira. O presidente do Sindicato dos Taxistas em Lages, Orlando Araújo Moreira, afirma que os 114 taxistas, que trabalham em 37 pontos distribuídos pela cidade, estão receosos. “A concorrência é desleal, o que eles cobram, mal paga o combustível.”

Moreira afirma que, de acordo com informações do sindicato em Florianópolis, o Uber deve funcionar somente em cidades com 200 mil habitantes, número que Lages não alcança, pois possui em torno de 158 mil. Porém, essa informação não foi encontrada em notícias sobre o aplicativo.

Uber pagou  R$ 971 milhões em tributos

Muitos taxistas falam mal do Uber porque dizem que os motoristas não pagam impostos e por isso a corrida fica mais barata. Porém, a realidade não é essa.

Há cerca de três anos, o aplicativo chegou no Brasil e somente no ano passado, pagou um total de R$ 971,8 milhões em tributos no Brasil, tanto federais (como PIS, Cofins e Imposto de Renda) quanto municipais (como o ISS e contribuições municipais devido a regulações locais).
O ano passado foi marcado pela expansão dos serviços da Uber para todas as capitais do Brasil. Mesmo onde já atuava, o aplicativo passou a fazer parte do dia a dia de mais pessoas.

Hoje, de Rio Branco ao Recife, de Macapá a Porto Alegre, mais de 20 milhões de brasileiros se deslocam com a Uber de maneira permanente, o que levou São Paulo e Rio de Janeiro ao topo do ranking das maiores cidades em número de viagens de Uber no mundo.

O diretor-geral da Uber no Brasil, Guilherme Telles, afirma que os números mostram o impacto que a tecnologia pode trazer para as cidades. “Mas o que nos move todos os dias é continuar usando isso para melhorar a vida das pessoas. Vamos continuar construindo mecanismos que melhorem cada vez mais as experiências e a segurança de nossos usuários e de nossos parceiros no Brasil”, salienta.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: