Conecte-se a nós

Notícias

Produção caseira é opção para gastar menos na Páscoa

Published

on

Foto: Camila Paes

As pequenas mãozinhas das primas Ana Beatriz, 8, e Angelita, 9, trabalham assiduamente para encher os ovos coloridos com o amendoim doce, recém preparado pela bisavó Elisa Fiamoncini. Preparar o doce para presentear a todos, já virou tradição na família, que todos os anos se reúne para preparar os presentes que serão entregues na Páscoa. Muitas famílias optam por opções mais baratas e caseiras para que os gastos, durante o feriado, sejam menores.

Nas panelas, dona Elisa, 77, não cansa de preparar a receita tradicional, que passa de geração para geração. Os potes ficam cheios do amendoim produzido por Elisa, que com todo carinho, enche casquinhas de ovos coloridas, que passou a comprar já prontas. Até a Páscoa, os doces irão para cestinhas, que serão entregues para netos e bisnetos.

A confeiteira Katiucia Fiamoncini, neta de Elisa, relembra da tradição de reunir a família para preparar os presentes. Anteriormente, se reuniam para pintar as cascas de ovos. O processo era trabalhoso, mas algumas das melhores lembranças familiares estão nesses momentos. Além de presentear familiares, os amendoins eram dados para vizinhos e crianças da igreja que frequentam.

Há quatro anos, Katiucia também começou a preparar os presentes em casa. Diferente da vó, ela produz ovos de colher, que na Páscoa, são entregues para familiares. Ela revela que optou pela produção, devido aos elevados preços dos ovos de chocolate comerciais. “Com o preço de um ovo, eu consigo produzir quatro”, acrescenta. Além disso, para Katiucia que está acostumada a pôr a mão na massa desde criança, a tradição de fazer os próprios presentes, também é importante para a criação de lembranças em família.

Preço estimula mudança de hábito

A diretora de assistência social de Urupema, Joziéli Andrade Wrubleschi, ao ver os preços dos chocolates comerciais, decidiu investir em adquirir os ingredientes para fazer os doces em casa. “A cada ano aumenta significativamente, fiz alguns orçamentos e decidi comprar a matéria prima e fazer em casa”, ressalta.

Como trabalha com produtos caseiros, já tinha alguns equipamentos. A pesquisa na internet ajuda Joziéli a encontrar receitas e novas opções. “Inclusive vou testar um ovo com recheio de bolo de cenoura”, acrescenta. Com base num valor médio de R$ 50 por ovo, ela calcula que a economia será de, pelo menos, R$ 300. “A princípio vou fazer só pra família mesmo. Mas se de repente surgir alguma pessoa interessada, nada impede de fazer uma graninha extra”, conclui.

Pesquisa

Uma estimativa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que cerca de 103,9 milhões de brasileiros devem realizar compras para a ocasião. De acordo com a sondagem, 69% dos consumidores pretendem comprar ou já compraram presentes e chocolates para a Páscoa de 2018 – percentual acima da intenção de compras relatada em 2017 (57%). Apenas 12% não pretendem ir às compras este ano.

Entre os consumidores que vão realizar compras na Páscoa, a maior parte (41%) relata a intenção de gastar a mesma quantia do ano passado, enquanto 36% vão gastar menos e 15% garantem que gastarão mais. Dentre estes, as justificativas incluem o desejo de comprar mais produtos (57%), o fato de achar que os preços estão mais altos (37%) e acreditar que os produtos estão com um preço muito bom e vale a pena aproveitar (29%).

Comentários
Compartilhe

Notícias

Carro invade loja após acidente, em Lages

Published

on

Fotos: Divulgação

Um carro invadiu uma loja de materiais elétricos por volta das 20h50 de terça-feira (17). O condutor de veículo Citroen C4, perdeu o controle da direção após se envolver em um acidente com um Honda Civic, no cruzamento das Ruas Marechal Deodoro e Cândido Ramos, no Centro de Lages. Os condutores que não tiveram a identidade divulgada, não se feriram.

Segundo a Polícia Militar, o Citroen seguia pela Rua Marechal Deodoro, sentido Centro/Bairro, quando teve a lateral atingida por pelo Honda, que teria invadido a preferencial.

Com o impacto, o motorista do perdeu o controle do carro, foi parar dentro da loja Fendamix . Grades e vidros foram arrancados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Princípio de incêndio assusta moradores do Vila Esperança

Published

on

Foto: Patrícia Vieira

Um princípio de incêndio assustou os moradores da Rua Fernando Machado de Souza, no loteamento Vila Esperança, no Bairro Guarujá, em Lages, na manhã desta quarta-feira (18).

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 8 horas, porém quando chegou ao local, o fogo já havia sido controlado, sem maiores danos. Apenas a proprietária da casa estava no local no instante do incêndio. Ela conseguiu sair de casa e pedir ajuda. Ninguém se feriu.

Segundo a moradora, Noeli da Silva Leodoro, de 59 anos, o  fogo começou em um dos cômodos da casa e a suspeita é que a parte elétrica tenha ocasionado o incêndio, porém, será necessária a perícia para confirmação.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

“Não teve como reverter”, diz médico sobre morte de paciente

Published

on

O Pronto Atendimento tem sofrido com a superlotação, o que acaba sobrecarregando o trabalho da equipe de médicos e enfermeiros - Foto: Adecir Morais

O diretor técnico do Pronto Atendimento de Lages, Pedro Iung disse, nesta terça-feira (17), que a equipe que atua na unidade fez de tudo para evitar a morte de uma mulher, de 55 anos, que deu entrada no local, na última segunda (16). Ele narrou a cronologia dos fatos e garantiu que todo o atendimento foi feito dentro do que determina o protocolo de atendimento.

De acordo com ele, a paciente, que morava em São José do Cerrito, chegou na unidade às 14h47, trazida por familiares. Às 14h51, passou pelo setor de enfermagem, quatro minutos mais tarde, recebeu atendimento de médicos e enfermeiros na sala de emergência. Ela morreu após sofrer uma parada respiratória, depois de sucessivas manobras na tentativa de reanimá-la.

Pedro afirmou que a mulher deu entrada na unidade em estado grave e com sintomas de infarto. No setor de emergência, recebeu todo o atendimento necessário. “A paciente chegou em estado gravíssimo, não teve como reverter [a morte]”, declarou o diretor, salientando que a mulher tinha histórico de pressão alta, diabetes, tabagismo e infarto.

Em relação a uma possível queda da paciente enquanto recebia atendimento, o diretor destacou que, ao tentar levantar-se da maca, ela foi acudida por uma enfermeira, mas “escorregou” e ficou de “joelhos no chão”, sendo socorrida imediatamente pela equipe de enfermagem.

“Em absolutamente nenhum momento a paciente ficou sozinha ou deixou de ser atendida. Infelizmente, a morte aconteceu em decorrência do problema cardíaco, conforme consta no atestado de óbito”, reforçou uma nota encaminhada pela Secretaria Municipal de Saúde. O CL não conseguiu contato com familiares da mulher.

Onde buscar atendimento

Em Lages, existem dois estabelecimentos que atendem casos de urgência e emergência (Pronto Atendimento e Hospital Nossa Senhora dos Prazeres – HNSP). O diretor explicou que, pelo SUS, quando um paciente apresenta sintomas de infarto, precisa ser atendimento no Pronto Atendimento primeiro.

Nesta unidade, é avaliado o tipo de atendimento que o paciente precisa. Se houver diagnóstico de infarto, o médico encaminha o caso ao setor de emergência do HNSP, referência regional em cardiologia.

A unidade avançada do Samu também pode encaminhar casos de infarto para este setor. Pacientes que vêm do interior, encaminhados com diagnóstico, também são levados para este setor. Todos os atendimentos de urgência e emergência em Lages, exceto os casos de acidente de trânsito, precisam ser atendidos no Pronto Atendimento.

Vale lembrar que esta unidade, tem sofrido nos últimos dias com a superlotação, o que acaba sobrecarregando o trabalho da equipe médica e de enfermagem da unidade. Só nesta terça, havia 26 pacientes aguardando vagas em hospitais do município, sem falar de dezenas de pacientes que esperavam nos corredores.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.