Eleições

Problemas em urnas e com o sistema biométrico na Serra Catarinense

Published

em

Foto: Andressa Ramos

Das mais de 500 urnas eletrônicas distribuídas pelas três zonas eleitorais da Serra Catarinense (Lages, São José do Cerrito, Capão Alto, Correia Pinto, Otacílio Costa, Palmeira, Bocaina do Sul e Painel), apenas três precisaram ser trocadas. De acordo com o juiz da 21ª zona eleitoral, Antonio Carlos Junckes dos Santos, até às 14 horas não havia relatos de ocorrências, como boca de urna.

Uma das preocupações de quem votou e ainda irá votar é com o tempo de espera nas filas. Os eleitores precisam aguardar devido ao cadastramento biométrico. Quem não fez, tem de inserir sua digital para o teste que acontece por meio do cruzamento de informações da Secretaria de Segurança Pública, porém, quem não está com sua digital atualizada enfrenta problemas, assim, há mais demora na hora de votar.

É preciso ter paciência, pois quem conseguir já passar no teste de biometria não terá a necessidade de fazer o cadastramento na Justiça Eleitoral. O juiz explica que é uma forma de facilitar para o eleitor, porém, quem tem problemas com a digital são geralmente pessoas com sua digital desgastada. No colégio Industrial, o delegado do prédio, o diretor Armando Duarte, percebeu problemas com o número das seções eleitorais, além dos casos com biometria.

Horário de votação 

Os eleitores devem ir às suas seções até às 17 horas. Quem estiver nas filas, ainda às 17 horas, receberá uma senha e só poderá votar até o último eleitor que receber a senha. Antonio comenta que no prazo limite os mesários devem verificar a quantidade de pessoas e fazer a distribuição de senhas.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com