Conecte-se a nós

Notícias

Primeira propriedade é certificada pela Rede Rural de Segurança da polícia

Published

em

Foto: Catarinas/Divulgação

A Granja São Francisco, na localidade de Manfroi, distante 35 quilômetros do Centro de Lages, na Serra Catarinense, foi a primeira a receber a certificação da Rede Rural de Segurança, da Polícia Militar de Santa Catarina. A entrega e a colocação da placa em reconhecimento ao desenvolvimento da autoproteção foram realizadas nesta quinta-feira (12). O ato contou com a participação da comunidade, autoridades ligadas à segurança e à administração do município.

A Rede Rural é uma estratégia institucional que integra as redes de prevenção da PMSC. A ideia é que a polícia esteja cada vez mais próxima das comunidades rurais realizando ações de proteção e orientação. O programa busca aumentar o senso de vigilância das pessoas nas comunidades.

O comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Alfredo Nogueira, destaca que com a criação dessa metodologia, há pouco mais de um ano, cerca de 190 propriedades foram cadastradas. Aquelas que possuem condições mínimas de segurança serão certificadas. Para isso, a Patrulha Rural faz uma inspeção e verifica se possui requisitos de segurança. Caso não possua, o proprietário é orientado em como deixar seus bens melhor protegidos.

Ele explica que com os requisitos da inspeção preenchidos, o produtor ou empresa rural receberá a certificação e poderá fixar placa em sua propriedade indicando que é segura e faz parte do monitoramento da Rede Rural de Segurança. “Estamos desenvolvendo um conceito de autoproteção nos ambientes rurais. A Patrulha Rural está cada vez mais ativa e a presença é constante em Lages e nos municípios que fazem parte da circunscrição do 6º BPM”.

A área de abrangência chega a 36 comunidades rurais. Para atender a região, a PM dividiu o território em oito roteiros de patrulhamento. “Geograficamente, teremos melhor dimensão dos crimes que ocorrem e, consequentemente, saberemos quais modalidades de policiamento aplicar.”

 

Parceria com os moradores

O empresário e diretor da Cooperativa Agropecuária do Planalto Serrano (Cooperplan), Arnaldo Moraes, conta que enfrentavam muitos problemas com furtos e roubos na área rural. Há cerca de um ano, a entidade firmou o convênio com a Polícia Militar. “Percebemos que a visita frequente da Patrulha Rural inibiu a ação de bandidos. Esse é um movimento natural dos moradores do interior que estão preocupados em garantir a segurança da sua família e propriedade.”

A PM orienta aos moradores do interior que acreditem no trabalho realizado pelos policiais, entrem em contato pelo 190 e denunciem qualquer atitude suspeita na suas propriedades ou no entorno delas.

 

Fonte: Catarinas Comunicação

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: