Conecte-se a nós

Notícias

Posto de Saúde oferece reiki

Published

em

Profissionais da Saúde realizando o procedimento em uma paciente -Foto: Andressa Ramos

Mesmo com o medo de ferir a sua religião, que é a evangélica, Sandra Ramos, de 61 anos, aceitou o convite da psicóloga Giovana Bedin Pereira, em uma visita domiciliar, para participar das sessões de reiki, na Unidade de Saúde do Bairro Pró-Morar, em Lages. O tabu sobre a técnica japonesa era um dos fatores que influenciaram Sandra a ter receio, porém, depois de seis sessões, ela declara: “é maravilhoso, mudou a minha vida, meu coração está bem mais aliviado”.

O reiki se baseia na prática de imposição das mãos por meio de toque ou aproximação, para estimular mecanismos naturais de recuperação da saúde. De acordo com o Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki, o método é um sistema natural de harmonização e reposição energética, que mantém ou recupera a saúde. É um método de redução de estresse, captando, modificando e potencializando energia.

Giovana e as colegas Aline Soares Salvador (enfermeira), Jessica Pimentel de Liz (psicóloga) e Ludmilla Córdova de Jesus (cirurgiã-dentista) são profissionais pioneiras na Serra Catarinense em adotar uma das 19 práticas integrativas e complementares lançadas este ano pelo Ministério Saúde. A terapia complementar é utilizada em associação com a medicina convencional, e não para substituí-la. O termo integrativa é usado quando há associação da terapia médica convencional aos métodos complementares ou alternativos, a partir de evidências científicas. Elas completam que os métodos são cuidados a mais com a saúde dos pacientes.

Depois de que a portaria foi publicada, elas iniciaram, em março o atendimento aos pacientes da unidade de saúde. As primeiras sessões foram com cinco pacientes e finalizaram 2017 com 40 pessoas. Grande parte são mulheres com queixas de ansiedade, depressão, e sintomas físicos relacionados à alguma patologia. A mudança na vida das pacientes foi significativa.

Ao observar os benefícios das práticas, a secretária de Saúde, Odila Waldrich, garante, mas sem divulgar data, que, para o próximo ano, quatro metódos serão aplicados em todas as unidades de saúde da cidade: auriculoterapia (é um tratamento através da orelha; dança circular (benefícios ao ser humano sob vários aspectos e integra o movimento de cultura da paz); fitoterapia (terapia pelas plantas) e reiki (redução do estresse e relaxamento que promove a cura). “É um trabalho maravilhoso, eu sou muito favorável destas práticas”, completa Odila.

As práticas_ São tratamentos que utilizam recursos terapêuticos, baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para curar e prevenir diversas doenças como depressão e hipertensão. A inclusão foi realizada por meio da Portaria nº 849/2017, publicada no Diário Oficial da União (D.O.U). Homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura, medicina antroposófica, plantas medicinais e fitoterapia e termalismo social/crenoterapia, arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga.

Panorama_ Desde a implantação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, do Ministério da Saúde, em 2006, a procura e o acesso dos usuários do SUS a esses procedimentos tem crescido significativamente. Em 2016, mais de dois milhões de atendimentos das PICs foram realizados nas Unidades Básicas de Saúde de todo o país, sendo 770 mil de medicina tradicional chinesa, incluindo acupuntura, 85 mil de fitoterapia, 13 mil de homeopatia e 923 mil de outras práticas integrativas que ainda não possuíam código próprio para registro e que passaram a fazer parte do rol no início do ano. Além disso, a implementação do e-SUS e do prontuário eletrônico tem melhorado a qualidade do registro, o que tem aumentado o número de procedimentos realizados e informados pelas unidades de saúde em todo o Brasil. Outro fator importante foram os cursos de práticas integrativas e complementares ofertados pelo Ministério da Saúde, de 2014 a 2016, para mais de 17 mil trabalhadores de saúde no País. Existem, ainda, mais de 100 mil profissionais na atenção básica e 47 mil em unidades de saúde com formação e habilitação em alguma das práticas integrativas e complementares.

Método é uma das 19 práticas complementares e integrativas

Os benefícios do Reiki, uma prática espiritual originada no Japão e amplamente difundida na grande maioria dos países do mundo, sem dúvida alguma atua de maneira eficaz e altamente positiva na vida de inúmeras pessoas. Esta prática está baseada na crença quanto à existência da energia vital universal que, de acordo com os ensinamentos antigos, pode ser manipulável através da imposição de mãos feita pelos chamados Mestres de Reiki. Trazendo a origem do termo para o português, Reiki corresponde a “energia vital divina”, ou seja, através desta prática é possível ativar todos os recursos energéticos que já nos foram concedidos pela Inteligência Universal. Para que você possa saber um pouco mais sobre esta técnica que vem sendo procurada como forma de tratamento alternativa para inúmeras doenças, falaremos sobre os maiores benefícios.

Como funciona_ Antes de mais nada, é preciso mencionar que uma sessão não vai além da imposição de mãos feita por uma pessoa devidamente capacitada. Logo, não é utilizado qualquer tipo e objeto ou prática que possa oferecer riscos à saúde do paciente. O objetivo da imposição de mãos é manipular as energias para canalizá-las nos centros de força do paciente – os Chakras­ – localizados em determinados locais do corpo. Desta forma, durante uma sessão de Reiki, o aplicador irá impor as mãos ou tocar suavemente algumas partes do corpo, tais como: Cabeça, mãos, pés, costas e tórax. Toda sessão é realizada de acordo com princípios éticos, sempre mantendo extremo respeito pelo paciente que será atendido. Durante a sessão de Reiki não é necessário uso de roupas especiais e muito menos que o paciente as tire. O único requisito é retirar os calçados.

1- Só por hoje, não fique com raiva – Este é o primeiro ensinamento sobre os cinco princípios do reiki, que muitas vezes pode até parecer impossível de ser seguido. No entanto, o primeiro passo é começar a trabalhar internamente para compreender as razões que originam a raiva. Por se tratar de uma energia altamente negativa, a raiva é uma espécie de bloqueadora das energias de cura, o que prejudica todo e qualquer tratamento.

2 – Só por hoje, não fique preocupado – O segundo entre os 5 princípios consiste em lembrar-nos de que tudo que acontece na nossa vida possui uma razão, já que sempre conterá uma lição a nos ensinar.

3 -Só por hoje, sinta gratidão pelas bênçãos que recebe – Somente o verdadeiro sentimento de gratidão poderá atrair abundância em todos os sentidos. Por isso, para que o ser humano possa conquistar bem-estar físico é espiritual, é indispensável buscar seguir esta atitude, que está entre os cinco princípios: Agradecer.

4- Trabalhe com dedicação – Quanto recebemos um trabalho para executar, independentemente da sua natureza, devemos executá-lo da melhor forma, sem jamais prejudicar outra pessoa para atingirmos nossas metas e objetivos.

5- Hoje e sempre, seja gentil – A gentileza é considerada como o amor em ação. Todos nós adoramos receber atitudes gentis e sabemos como nos sentimos bem com elas.

 

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: