Conecte-se a nós

Notícias

Piora estado de saúde de dissidente cubano em greve de fome há 4 meses

Published

em

Havana, 29/06/2010, (EFE)
 

O estado de saúde do dissidente cubano Guillermo Fariñas, em greve de fome e sede há mais de quatro meses, piorou nos últimos dias por uma nova infecção, um possível coágulo e uma afecção hepática, disseram nesta segunda-feira fontes familiares e médicas.

 

Ismeli Iglesias, um dos médicos de Fariñas desde que este começou o jejum, afirmou à Agência Efe que o opositor apresenta um estado "grave-crítico" devido a complicações por uma infecção bacteriológica e a um possível coágulo, que obrigou a retirada do cateter que lhe fornecia alimentação parenteral.

 

Guillermo Fariñas, jornalista independente e psicólogo de 48 anos, começou a greve de fome no dia 24 de fevereiro, após a morte do prisioneiro político Orlando Zapata, para reivindicar ao Governo de Raúl Castro a libertação de 26 opositores presos doentes.

 

O dissidente está hospitalizado desde 11 de março em uma sala de tratamento de um hospital na cidade de Santa Clara, situada a 270 quilômetros ao leste de Havana.

 

O médico explicou que Fariñas – que se mantém consciente e orientado – passará por exames médicos para determinar se tem um coágulo na jugular esquerda, o que, caso seja confirmado, aumentaria o risco de uma trombose.

 

Iglesias assinalou que neste momento "não há um diagnóstico preciso" para adotar medidas terapêuticas e acrescentou que o dissidente tem febre e uma infecção "séria".

 

Alicia Hernández, a mãe de Fariñas, disse que o vê "muito mal e decaído, deteriorado, com muitas dores articulares".


Foto: (EFE)

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais