Conecte-se a nós

Notícias

Mobilizações contra e a favor de Lula, em todo o Brasil

Published

em

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva promete ser um dos maiores eventos políticos/jurídicos já registrados no Brasil. Assim como aconteceu durante o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, milhares de pessoas prometem se deslocar até o local do julgamento, que será no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre (RS). Da Serra Catarinense, quase 300 pessoas devem participar do ato.

O júri acontecerá somente nesta quarta-feira (24), mas a população está se mobilizando um dia antes para o ato em defesa de Lula e seu projeto político. As caravanas da Serra Catarinense saíram no final do dia de ontem. Ao todo, seis ônibus, dois micro-ônibus e uma van.

Para o presidente do diretório do Partido dos Trabalhadores (PT), em Lages, Moisés Savian, a mobilização existe para defender, principalmente, a história de Lula. “Acho que o principal ponto de crítica que existe é que há uma desproporcionalidade no processo do Lula, comparado a vários outros processos.”

Segundo ele, existem equívocos. Entre eles, o triplex, que é um dos objetos de investigação. “Também foi utilizado por uma juíza de outro estado, como um bem da empreiteira e foi colocado em penhor”, comenta. Savian ainda destaca que a grande pressa do tribunal em fazer o julgamento, são todas essas questões. “O que se tem é uma defesa da possível candidatura do ex-presidente Lula como um direito a ser defendido”, comenta sobre a motivação da mobilização

Já para o coordenador regional do PT, Josias Ribeiro, a caravana não está indo somente defender o Lula, mas, sim, um projeto político. “A condenação sem provas materiais se dá para barrar esse projeto, que tem ajudado a desenvolver a classe mais pobre do Brasil, que tem acabado com a fome e as injustiças sociais.”

Além disso, Ribeiro diz que é uma tentativa de impedir o ex-presidente de poder se candidatar novamente à Presidência da República. “Nosso movimento é pacífico, a Serra sempre fez um movimento pacífico, e lá não será diferente”, completa.

O ato em defesa a Lula está marcado para acontecer a partir das 18 horas de hoje. Mobilizações já começaram na semana passada, com eventos reunindo artistas, intelectuais e políticos do partido. As caravanas devem levar movimentos sociais como o Movimento Sem Terra, o Movimento das Mulheres Camponesas, igrejas e pastorais sociais, e a Central Única dos Trabalhadores.

‘Vem pra Rua’ se mobiliza contra o ex-presidente

O movimento Vem Pra Rua também vai se manifestar sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, para isso, organiza um Ato em Defesa da Justiça. Programado para acontecer em 46 cidades brasileiras, o evento irá reunir pessoas que são contrárias à defesa de Lula e querem sua condenação por corrupção.

O coordenador do Vem Pra Rua na Serra Catarinense, Luiz Aurélio Paes, informa que o motivo de o grupo se reunir e defender a justiça é por entender que o PT criou esse sistema de corrupção e que Lula seria o “líder”.

“Através das diversas delações realizadas, até pelos próprios colegas de partido, é claro que Lula é o comandantes maior dessa quadrilha organizada para roubar o dinheiro público através das estatais.” Paes também destaca que o caso do triplex comprova que o ex-presidente é culpado por ter recebido esse empreendimento como propina.

“O que nos preocupa, de certa forma, é que existe uma corrente de juristas, e parte da imprensa, que não quer enxergar esse lado, da culpabilidade de Lula. Por isso, vamos fazer essa manifestação. Para, justamente, deixarmos claro que acreditamos e defendemos na Justiça Brasileira”, completa o empresário.

A manifestação do Vem Pra Rua também irá acontecer às 18 horas de hoje. Em Lages, o ato será realizado em frente à Justiça Federal.

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais