Conecte-se a nós

Notícias

Pesquisadores internacionais fazem intercâmbio em Lages

Published

em

Foto: Suzane Faita

O Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) tem como meta melhorar, até 2020, a nota do mestrado em Educação. Atualmente, a nota é 3, e o objetivo é chegar a 5. Apenas duas universidades no Brasil possuem nota máxima nesse modelo de programa, que é 7. Uma delas é a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), de onde vieram os três palestrantes do 3º Seminário de Cooperação Internacional: Experiências Educacionais, realizado ontem, em Lages.  

Os pesquisadores, Julio Velho, de Moçambique; Jennifer Cruz Marulanda, com nacionalidades colombiana e estadunidense; e Tyler James Olsen, dos Estados Unidos, falaram sobre as diferenças e semelhanças no ensino do Brasil e de seus países. Entre suas críticas está a forma como a educação acontece, com avaliações que visam apenas à nota e não à formação integral do estudante.

“A educação não é para avaliar as habilidades, mas para desenvolver as habilidades que as crianças têm”, afirma Jennifer. Tyler comenta que com o foco nos testes, falta tempo ao professor para ensinar. Sobre a visita a Lages, acredita que  o mais importante é “compartilhar experiências com pessoas de outras culturas e jeitos de viver e internacionalizar conceitos”. O doutorando da Unisinos, Julio Velho, dá aulas em um curso superior na área de Língua Portuguesa, com foco em Técnicas de Expressão. O maior problema enfrentado pelos educadores do seu país é que os estudantes chegam ao ensino superior com dificuldade na escrita e na leitura.

A coordenadora do Programa de Pós-Graduação da Uniplac, Mareli Graupe, explica que a realização desses encontros faz parte das ações do planejamento estratégico que visa melhorar a nota do mestrado em educação. Ano passado, foram realizados dois eventos e, neste ano, está marcado para o segundo semestre, o 4º Seminário Cooperação Internacional, no durante o 2º Congresso Internacional Conhecimentos Pertinentes para Educação na América Latina: Formação de Formadores (Edupala).

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: