Conecte-se a nós

Notícias

Pesquisa quer saber sobre transporte escolar

Published

em

Pesquisa vai avaliar os desafios do transporte escolar - Foto: Divulgação

Uma pesquisa do Ministério da Educação quer saber o que gestores municipais, diretores e coordenadores de escolas de todo o país acham do transporte escolar oferecido pelo órgão. Para isso, disponibilizou três questionários na internet, que podem ser preenchidos até o dia 15 de agosto.

Entre outras questões, o MEC pergunta se as revisões e os reparos do transporte escolar foram feitas e se o município teve alguma dificuldade em acessar os recursos repassados para serem usados no transporte dos alunos.

Na Serra Catarinense, a coordenadora do Fórum dos Secretários Municipais de Educação, Ana Maria Marcon dos Santos, afirma que a verba vinda dos governos estadual e federal para o transporte escolar dos 18 municípios da região está em dia.

Do Estado, em média são repassados R$ 1,3 milhão por cidade, pois o valor muda de acordo com o número de alunos e a extensão territorial que o transporte circula. “Cada prefeitura negocia com o governo estadual um valor a mais. Nossa região é a que abrange mais quilômetros, entã, geralmente vêm mais recursos.”

Ela frisa que a verba estadual não teve atraso no ano passado e nem neste ano. Em relação ao recurso federal, Ana Maria fala que houve reajuste de 20% de 2017 para 2018. Isso fez com que, em média, o valor encaminhado por aluno, ficasse R$ 150.

Sobre a pesquisa

Tem como objetivo avaliar o Programa Caminho da Escola e o Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate). Devem responder aos questionários os gestores do transporte escolar dos municípios brasileiros, os integrantes do Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb e os diretores e coordenadores de escolas que recebem estudantes residentes em área rural.

Os formulários estão disponíveis nos links: para gestores; para conselheiros; e para diretoresAtualmente, segundo o FNDE, mais de 4,6 milhões de estudantes que residem ou estudam nas áreas rurais do país utilizam os transportes bancados pelos programas para terem acesso às escolas.

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: