Conecte-se a nós

Esportes

Parreira não se contém e ataca arbitragem

Published

em

África do Sul, 17/06/2010, Correio Lageano

 

O técnico brasileiro Carlos Alberto Parreira acabou com o clima ‘lua de mel’ vivido na Copa do Mundo da África do Sul entre treinadores e árbitros, que até agora não haviam criado nenhuma polêmica. O comandante sul-africano não poupou críticas ao juiz da derrota da sua equipe para o Uruguai por 3 a 0 nesta quarta-feira, o suíço Massimo Busacca.

 


“Todo o mundo está lamentado a atuação mais fraca de todos árbitros nessa Copa. Ele começou mal desde o primeiro tempo, invertendo faltas e dando cartões que não foram. Expulsou nosso goleiro de forma injusta e irritou todo mundo”, disse Parreira.

 


Além de reclamar do cartão vermelho para o goleiro Khune aos 30 minutos do segundo tempo em pênalti que aparentemente aconteceu, o treinador questionou o fato de o terceiro gol uruguaio ter saí­­do já nos acréscimos, quando, segundo ele, o jogo já deveria ter acabado.

 


“Estávamos bem no segundo tempo, até o juiz descobrir um pênalti. No final do jogo, eles fizeram 3 a 0 quando a partida deveria ter terminado. Esse árbitro não merecia estar aqui”, completou Parreira.

 

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: